Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção do HPV dos tipos 16 e 18 por PCR digital em amostras de tecido tumoral incluído em parafina de pacientes com carcinoma de células escamosas de orofaringe

Processo: 18/23995-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 31 de maio de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Ana Carolina de Carvalho Peters
Beneficiário:Camila Marques Schiavetto
Instituição-sede: Hospital do Câncer de Barretos. Fundação Pio XII (FP). Barretos , SP, Brasil
Assunto(s):Oncologia   Neoplasias de células escamosas   Neoplasias de cabeça e pescoço   Neoplasias orofaríngeas   Infecções por Papillomavirus   Técnicas e procedimentos diagnósticos   Reação em cadeia por polimerase (PCR)

Resumo

Introdução: Os Carcinomas de Células Escamosas de Cabeça e Pescoço (CECP) são tumores frequentemente associados ao consumo excessivo de álcool e tabaco e, mais recentemente, às infecções pelo papiloma vírus humano (HPV), principalmente nos tumores de orofaringe. Tumores HPV-positivos apresentam um comportamento clínico e epidemiológico distinto, caracterizado por um aumento na incidência, por acometer indivíduos mais jovens e apresentarem um melhor prognóstico. A acurácia da detecção do HPV em amostras incluídas em parafina é um desafio, assim, metodologias que possibilitem a detecção do DNA do vírus com acurácia a partir de uma pequena quantidade de material seriam úteis na rotina clínica. Objetivos: Padronizar a detecção dos tipos 16 e 18 do HPV (HPV-16 e HPV-18) por PCR digital em amostras de FFPE contendo material tumoral proveniente de biópsias ou peças cirúrgicas de pacientes com CEC de orofaringe tratados no Hospital de Câncer de Barretos e avaliar a concordância com os dados obtidos previamente pelo exame de Imunohistoquímica (IHQ) para p16. Materiais e Métodos: Este estudo avaliará a detecção do DNA do HPV-16 e do HPV-18 por PCR Digital em 50 amostras de CEC de orofaringe. Para a avaliação da concordância entre os resultados da PCR digital e de IHQ para p16, determinaremos o Coeficiente de Concordância de Kappa. Para avaliar o potencial de detecção do HPV-16 e HPV-18 nas amostras, serão calculados os valores de sensibilidade, especificidade, acurácia, valor preditivo positivo e negativo e da área sob a curva ROC (AUC). As medidas de acurácia também serão realizadas utilizando o resultado da IHQ para p16, de forma a avaliar a utilização do resultado dos dois testes para melhor classificar estes pacientes.