Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise ambiental e urbana do córrego Tocantins no município de Adamantina-SP

Processo: 19/07681-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:João Osvaldo Rodrigues Nunes
Beneficiário:Maria Clara Simionato Ambrósio
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Geografia urbana   Urbanização   Drenagem urbana   Análise socioambiental   Estudos de viabilidade

Resumo

O presente projeto de pesquisa tem por objetivo realizar estudo de viabilidade urbana da canalização aberta do Córrego Tocantins, no Parque Público dos Pioneiros, localizado na cidade de Adamantina, SP, Brasil. O início da execução de um novo projeto de canalização fechada, onde as tubulações subterrâneas de ferro galvanizado serão substituídas por aduelas de concreto, trouxe novamente, o debate sobre o tipo de canalização adequada para a área de estudo, quando diversos setores do terreno do parque cederam, formando enormes cavas. A repetição da implementação do método fechado de canalização de córregos, aplicado no local de estudo, traz à tona o importante questionamento da eficiência deste método e dos impactos ao meio ambiente. Ainda, somado à desvalorização dos cursos d'água, há a negação de um urbanismo interativo e bem projetado para a população. Juntamente com esta questão, tem-se a deficiência da drenagem urbana e consequentemente, em período de alta pluviosidade, a formação de diversos pontos de alagamentos, uma vez que a área do Parque Público dos Pioneiros recebe o escoamento das águas pluvial de mais de três pontos principais da cidade. Portanto, a proposta deste estudo visa analisar os problemas de formação dos pontos de alagamentos, buscando alternativas e propostas de ações para implementação de canalização aberta do Córrego Tocantins, a fim de harmonizar a relação meio ambiente-cidade, mostrando novos planos de ação eficientes que saiam do senso comum aplicado a obras urbanas.