Busca avançada
Ano de início
Entree

Treinamento pré-clínico: efeito do apoio dos dedos sobre a atividade muscular da mão durante a realização de preparos cavitários

Processo: 19/09972-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Pesquisador responsável:Patrícia Petromilli Nordi Sasso Garcia
Beneficiário:Mariana Segnini Tiberti
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Saúde ocupacional   Ergonomia (odontologia)   Eletromiografia

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo observar o efeito de diferentes formas de apoio dos dedos durante a realização de preparos cavitários pré-clínicos sobre a carga muscular da mão. Para isso será realizado um estudo experimental do tipo laboratorial. A variável dependente será a carga muscular da mão de trabalho utilizada durante a realização de procedimentos clínicos simulados (preparos cavitários). A variável independente será a forma de apoio dos dedos durante a realização do preparo cavitário (sem apoio de dedos, com apoio seguindo as recomendações da Disciplina de Ergonomia em Odontologia da Faculdade de Odontologia de Aararaquara e com apoio de forma espontânea). Serão executados preparos cavitários nos dentes 16, 26, 36 e 46. Será utilizada a fresa esférica diamantada 1014 em baixa rotação. Será utilizado manequim odontológico que possui dentes artificiais em resina, específicos para o preparo cavitário em nível pré-clínico. O manequim será acoplado à cadeira odontológica para simular o tratamento em ambiente clínico. O indivíduo será orientado a segurar o micro-motor com três dedos e utilizar os três tipos de apoio dos dedos para a confecção dos preparos cavitários e a ordem destas posições de apoio será aleatorizada. O operador poderá descansar 5 minutos entre cada procedimento. A atividade muscular será avaliada pela eletromiografia de superfície dos músculos extrínsecos das mãos que experimentam alta carga durante a apreensão do micromotor e contra-ângulo: flexor superficial dos dedos, flexor longo do polegar, flexor longo do extensor comum dos dedos e extensor radial curto do carpo. Será realizada a análise estatística descritiva. Após a verificação dos pressupostos de normalidade e homocedasticidade será realizada análise de variância (ANOVA) a dois fatores e pós-teste de Tukey. O nível de significância adotado será de 5%.