Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da fotobiomodulação e estimulação elétrica em células mesenquimais multipotentes de tecido adiposo in vitro

Processo: 19/09329-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Elaine Caldeira de Oliveira Guirro
Beneficiário:Ana Paula Ferro
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Terapia a laser de baixa intensidade   Estimulação elétrica   Células-tronco mesenquimais   Tecido adiposo   Fibroblastos   Anemia falciforme

Resumo

Feridas cutâneas em membros inferiores podem surgir como complicações relacionadas a Anemia Falciforme. Células-tronco indiferenciadas podem se diferenciar em vários tipos de células para reparar tecidos lesados. A fotobiomodulação e estimulação elétrica podem promover a proliferação e diferenciação de células estaminais. O objetivo do estudo é investigar o efeito de diferentes parâmetros de fotobiomodulação com laser, LED, e estimulação elétrica em Células-Tronco Mesenquimais (CTMs), multipotentes derivadas do tecido adiposo e fibroblastos de indivíduos com e sem Anemia Falciforme, sobre a proliferação e as possíveis alterações morfológicas nucleares em células tronco mesenquimais. Métodos: células tronco mesenquimais derivadas do tecido adiposo serão submetidas a aplicações de laser de baixa intensidade (660 nm e 830 nm; com doses de 1 J/cm2, 4 J/cm2 e 10 J/cm2, potências de 30 mW e 100 mW), LED (630 nm e 850 nm, com frequência variável de 0 a 1500 Hz e doses de 1 J/cm2, 4 J/cm2 e 10 J/cm2). A estimulação elétrica será com corrente pulsada 100 V, 100 µs, com 10 Hz e 100 Hz. O ensaio azul de tripan será utilizado para a avaliação da viabilidade celular, e curvas de crescimento serão usadas para avaliar a proliferação das células em zero, 24, 48, e 72 horas. Alterações nucleares serão avaliadas por coloração com DAPI (4-6-diamidino-2-fenilindolo) em 72 horas. Para a análise estatística, em caso de distribuição normal, será aplicado o teste ANOVA seguido de Tukey. Caso os dados não apresentem distribuição normal será utilizado o Kruskal-Wallis, seguido do teste de Dunn. O processamento dos dados será efetuado pelo software SPSS (Chicago, IL, USA), versão 17.0, sendo fixado o nível crítico de 5% (p<0,05). (AU)