Busca avançada
Ano de início
Entree

Medicina magnética: conjunto completo de soluções para pesquisa em gastroenterologia

Processo: 19/12670-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica de Processos e Sistemas
Pesquisador responsável:Caio César Quini
Beneficiário:Matheus Siqueira Lobo
Instituição-sede: Paix Medical Instruments Instrumentos Médicos Ltda
Assunto(s):Gastroenterologia   Esvaziamento gástrico   Motilidade gastrointestinal   Trânsito gastrointestinal   Monitorização fisiológica   Técnicas e procedimentos diagnósticos

Resumo

O trato gastrintestinal (TGI) é o principal órgão responsável pela absorção de nutrientes, água e eletrólitos, presentes nos alimentos ingeridos. Embora muitas de suas funções ainda não sejam completamente compreendidas, é um fato conhecido que suas propriedades são afetadas por fatores, tanto ambientais, relacionados ao estilo de vida, quanto intrínsecos a cada indivíduo, como os aspectos fisiológicos, hormonais, etc. As técnicas utilizadas para o diagnóstico das patologias associadas ao TGI estão relacionadas, de maneira geral, com um alto custo agregado, necessidade de ambientes controlados, operadores altamente treinados, além de muitas vezes estarem associadas à exposição dos pacientes à altas doses de radiação ionizante. As técnicas biomagnéticas, por sua vez, oferecem uma alternativa poderosa para o monitoramento de propriedades fisiológicas do trato gastrintestinal. Em sua grande maioria, estes sistemas são baseados no monitoramento externo de contrastes magnéticos, o que resulta em uma técnica não-invasiva de relativa simplicidade, baixo custo e que não necessita da utilização de radiação ionizante. Este conjunto de características garante aos sistemas biomagnéticos um extraordinário potencial diagnóstico, permitindo sua aplicação irrestrita no estudo de diversos parâmetros fisiológicos e fisiopatológicos. Dentro deste cenário, a Biossusceptometria de Corrente Alternada figura como uma ferramenta biomagnética importante, capaz de promover estudos in vitro e in vivo, tanto em pequenos animais quanto em humanos. Embora a técnica esteja bem fundamentada experimentalmente, ela não passou de protótipos de pesquisa e utilizada apenas em laboratórios especializados e com familiaridade no seu desenvolvimento. A falta de um equipamento e software dedicado e otimizado para a tecnologia biomagnética interfere diretamente na sua implementação nos laboratórios de pesquisas, na rotina clínica e em sua comercialização em larga escala. Assim, este projeto tem por objetivo desenvolver e otimizar cada uma das etapas necessárias para a comercialização da tecnologia, tanto dentro do meio acadêmico/científico, quanto na rotina clínica, numa próxima etapa. Com o intuito de diminuir os custos na construção e viabilizar a produção em larga escala desta tecnologia, empregaremos os sistemas de amplificação e aquisição de dados desenvolvidos e patenteados pelos pesquisadores responsáveis por este projeto, bem como, serão aprimorados os aspectos relacionados à tecnologia, desde o desenvolvimento de hardware e software até o design final dos produtos. Este projeto prevê ainda a aplicação de estratégias de mercado com o objetivo de viabilizar a produção e comercialização de dois equipamentos (hardware e software) e de diferentes produtos de consumo com graus de complexidade variados. Finalmente, serão desenvolvidos e aprimorados protocolos específicos de pesquisa para avaliar os parâmetros fisiológicos relacionados ao trato gastrintestinal, tais como, esvaziamento gástrico, trânsito gastrintestinal, motilidade gástrica e colônica, além de oferecer plataformas multi-instrumentais, capazes de monitorar os parâmetros gastrintestinais em associação com outras grandezas fisiológicas, como a freqüência cardíaca, a pressão arterial, entre outros. Em suma, este projeto deverá ser o passo fundamental em direção ao desenvolvimento, científico e clínico, de uma nova técnica diagnóstica, com um extraordinário potencial ainda não explorado.