Busca avançada
Ano de início
Entree

A poesia necessária: Rubem Braga e Jacques Prévert

Processo: 19/02238-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Brasileira
Pesquisador responsável:Murilo Marcondes de Moura
Beneficiário:Rafael da Cruz Ireno
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Teoria literária   Literatura comparada   Crônica   Poesia   Cronistas   Poetas   Brasileiros   Franceses

Resumo

Este projeto propõe uma comparação entre as obras de Rubem Braga e de Jacques Prévert, uma vez que seus escritos compartilham intimamente uma série de elementos, desde as escolhas formais, a aderência ao cotidiano popular até o hibridismo de suas produções, que trafegam entre o jornalismo e o cinema principalmente, mas também pela área de edição no caso brasileiro; pelo teatro e pela colagem, no francês. Com efeito, cronista e poeta compreendem o fazer poético como algo útil ou comprometido, capaz de preencher necessidades materiais do homem. Cogitamos, assim, que essa concepção tenha modelado os caminhos deles na literatura, em certa medida, sendo responsável pelo andamento original da escrita de cada um. Desta forma, o presente projeto de doutorado pretende cotejar as duas obras ressaltando os pontos de encontro e desencontro e, com isso, ainda que indiretamente, refletir sobre a dinâmica dos sistemas literários do Brasil e da França. (AU)