Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de proteínas associadas ao mercúrio em tecido hepático de ratos: estudo do efeito da frequência de exposição

Processo: 19/05298-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Pedro de Magalhães Padilha
Beneficiário:Maria Gabriela de Albuquerque Santiago
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Biologia computacional   Proteômica   Metalômica   Estresse oxidativo   Mercúrio (elemento químico)   Tecido hepático   Cloreto   Métodos bioanalíticos

Resumo

O mercúrio é um elemento tóxico, perigoso, responsável por contaminações ambientais e intoxicações humanas. Dependendo da forma química, o mercúrio pode causar danos sérios e até irreversíveis. Os sintomas da intoxicação por mercúrio e a sua gravidade estão são dependentes da concentração e frequência de exposição, fatores esses relacionados com a ocorrência de acúmulo no organismo. Além disso, os efeitos deletérios do mercúrio em vários sistemas estão associados com estresse oxidativo, mesmo quando as espécies mercuriais estejam em baixas concentrações. Com base no exposto, o objetivo geral da proposta de trabalho será identificar proteínas associadas ao mercúrio utilizando ferramentas metaloproteômicas em amostras de tecido hepático de ratos expostos a diferentes concentrações de cloreto de mercúrio. Para isso serão utilizadas as seguintes estratégias bioanalíticas: fracionamento do proteoma das amostras de tecido hepático por 2D PAGE; mapeamento do mercúrio nos spots proteicos por GFAAS; caracterização das proteínas associadas ao mercúrio por ESI-MS-MS e utilização de procedimentos de bioinformática que poderão contribuir no conhecimento dessas proteínas em níveis fisiológicos e funcionais, das vias metabólicas e interações proteína-proteína.