Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação imuno-histoquímica de PARP e caspase-3 como marcadores prognósticos em carcinomas de próstata

Processo: 19/11381-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Debora Aparecida Pires de Campos Zuccari
Beneficiário:Vitoria Acar
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias da próstata   Prognóstico   Biomarcadores tumorais   Expressão de proteínas   Caspase 3   Poli(ADP-ribose) polimerase-1

Resumo

O câncer de próstata (CP) é uma neoplasia de alta incidência global e comportamento variável, cuja evolução pode ocasionar complicações graves e letais. Devido ao caráter heterogêneo da doença, as abordagens terapêuticas variam conforme a apresentação do quadro inicial, dessa forma, é cada vez mais importante a descoberta de biomarcadores preditivos na intenção de melhorar o prognóstico e tratamento da doença. A análise oncomolecular é fundamental para verificar questões envolvidas no mecanismo de resistência tumoral, e reflete uma tentativa de personalização do tratamento. Atualmente, com o conhecimento da superfamília de enzimas PARP (poli ADP-ribose polimerase), sabe-se que, em especial a PARP-1, desempenha função de manutenção da integridade genômica, sendo a mais abundante dessa classe de proteínas nucleares. Essa enzima é responsável por detectar lesões na fita de DNA e consiste em um processo fundamental para o reparo de danos genéticos provocados por agentes quimioterápicos e pela radiação. Nesse contexto, a PARP-1 pode estar frequentemente relacionada com a resistência tumoral à terapia antineoplásica. Por outro lado, a Caspase 3 é uma proteína abundante em células apoptóticas, participando da maioria dos eventos da morte celular. Este estudo de caráter retrospectivo busca investigar a relação da expressão destas proteínas anti e pró-apoptóticas com o prognóstico de pacientes com câncer de próstata. Dessa forma, o presente trabalho pretende avaliar a expressão imuno-histoquímica de PARP1 e Caspase3 em fragmentos tumorais de pacientes com câncer de próstata em um estudo retrospectivo, assim como, relacionar os fatores clínico-patológicos e a expressão de PARP1 e Caspase 3. As informações obtidas serão importantes, pois poderão indicar essas proteínas como biomarcadores de prognóstico do câncer de próstata, assim como, auxiliar na escolha de estratégias terapêuticas mais adequadas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)