Busca avançada
Ano de início
Entree

Recepção dos clássicos em Machado de Assis: ecos homéricos de Helena e Penélope na caracterização de Capitu

Processo: 19/09553-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literaturas Clássicas
Pesquisador responsável:Christian Werner
Beneficiário:Letícia Gabriela de Castro Monteiro
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Poesia épica   Intertextualidade   Recepção (comunicação)   Machado de Assis   Personagens

Resumo

Machado de Assis era não apenas admirador da Ilíada e da Odisseia, mas um leitor arguto, o que pode ser comprovado pela forma como cita as obras homéricas e, como se pretende discutir nesta pesquisa, pelo diálogo que o receptor dos romances pode construir entre eles e os poemas mencionados. Desta forma, a partir da metodologia dos estudos de recepção clássica, tal como fundamentada por Hardwick (2003), esta pesquisa se propõe a verificar se e como as personagens homéricas Helena e Penélope ressoam na construção da personagem machadiana Capitu, do romance Dom Casmurro, e como o diálogo entre as obras se constitui.