Busca avançada
Ano de início
Entree

O enigma da matéria escura no universo

Processo: 19/11636-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física
Pesquisador responsável:Ivone Freire da Mota e Albuquerque
Beneficiário:Beatriz Sayuri Duval Hashimoto
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Física de partículas   Astrofísica de partículas   Matéria escura

Resumo

Neste projeto investigaremos o problema da matéria escura no Universo. Este constitui um dos enigmas contemporâneos da física. Observações cosmológicas e astrofísicas determinam que apenas 4,4% do Universo e constituído por matéria conhecida. Do restante, 22,6% é constituído por matéria escura e 73% pela chamada energia escura. A composição da matéria escura é um enigma atualmente investigado nos campos teóricos e experimentais. Observações independentes, como, por exemplo, da rotação de galáxias ou dos efeitos de lentes gravitacionais, indicam a presença da mesma quantidade de matéria escura. Investigaremos as observações astrofísicas que determinam o problema da matéria escura, suas interpretações e os resultados de experimentos atuais como, por exemplo, do DarkSide, XENON, LUX, Panda-X e IceCube. Em seguida, concentraremos nossos estudos na investigação detalhada do experimento DarkSide, do qual participamos, e mais especificamente, a detecção de WIMPs com massas inferiores à 10 GeV/c2