Busca avançada
Ano de início
Entree

Inteligência artificial no manejo da irrigação na cultura do pimentão e alface

Processo: 19/11830-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Engenharia de Água e Solo
Pesquisador responsável:Patricia Angélica Alves Marques
Beneficiário:Stella Capozzi Franke
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/13090-1 - Desenvolvimento de uma rede sem fio de micro estações meteorológicas para o manejo de irrigação, AP.eScience.PIPE
Assunto(s):Automação   Inteligência artificial   Produção vegetal   Irrigação   Evapotranspiração   Estudos de viabilidade   Viabilidade econômica

Resumo

O manejo da irrigação objetiva maximizar a produção vegetal com o menor custo possível, tanto em quesitos ambientais quanto econômicos. Assim, o uso de inteligência artificial (IA) em estações meteorológicas, capaz de monitorar o ambiente em tempo real e adaptar-se aos diversos estágios fenológicos da planta pode ser uma alternativa viável técnica e economicamente. Este trabalho objetiva analisar o impacto de um sistema de manejo de irrigação automático, baseado em IA, no crescimento e na qualidade dos frutos do pimentão (Capsicum annuum L. cv. All Big) e alface (Lactuca sativa L.) cultivado em ambiente protegido. Esta pesquisa faz parte do projeto aprovado PIPE 2 em andamento (20018/13090-1). cujo pesquisador responsável é o Dr. Thiago Alberto Cabral da Cruz. O experimento será realizado, em blocos totalmente casualizados, com dois tratamentos que serão aplicados às plantas. No primeiro, o manejo de irrigação se dará através do cálculo da evapotranspiração da cultura com o auxílio da equação modificada de Penman-Monteith e de uma estação meteorológica da Campbell Scientific enquanto no segundo, a lâmina a ser aplicada será determinada a partir de um sistema de baixo custo financeiro que utiliza inteligência artificial e fusão de sensores. Durante seu ciclo serão avaliados o desenvolvimento da cultura, a qualidade comercial, o volume de água necessário e os intervalos entre irrigações. Ao final do ciclo serão avaliados massa seca e fresca, eficiência do uso da água, produtividade da água e análise econômica do uso da tecnologia por meio da análise detalhada dos custos de irrigação.