Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação de causas genéticas associadas ao desenvolvimento de sarcomas em idade jovem

Processo: 18/17027-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Giovana Tardin Torrezan
Beneficiário:Nathália de Angelis de Carvalho
Instituição-sede: A C Camargo Cancer Center. Fundação Antonio Prudente (FAP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Aconselhamento genético   Oncogenética   Sarcoma   Pacientes   Jovens

Resumo

Os avanços recentes na genômica permitiram o reconhecimento de quase uma centena de novos genes de predisposição ao câncer. Embora o rastreamento genético nestes genes esteja atualmente bem estabelecido para os tumores hereditários mais comuns, há uma série de tumores raros, incluindo sarcomas, que podem estar associados a síndromes de câncer hereditário, mas cujas frequências de mutações nestes genes ainda são desconhecidas. Um estudo recente identificou que 20% dos pacientes portadores de sarcomas apresentavam variantes patogênicas em 72 genes associados com aumento de risco de câncer, incluindo genes para os quais não havia relatos de aumento de risco para este tipo de tumor. Assim, o presente estudo tem como objetivos: definir a frequência de variantes germinativas raras potencialmente patogênicas em genes conhecidos de predisposição ao câncer em crianças, adolescentes e adultos jovens (<40 anos) portadores de sarcomas; descrever os padrões clínicos dos tumores dos pacientes índice e de seus familiares nas famílias portadoras de variantes raras. Para isso, iremos rastrear 100 pacientes jovens portadores de sarcomas para a presença de variantes germinativas em 106 genes conhecidos de penetrância alta a moderada para tumores hereditários, utilizando sequenciamento de nova geração. Esperamos assim poder contribuir para o conhecimento da frequência e espectro de mutações desses genes na população brasileira com diferentes tipos de sarcomas, colaborando na definição de estratégias de rastreamento efetivas e adequadas para esses pacientes. (AU)