Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise compreensiva de um programa de promoção de saúde mental: o grupo comunitário de saúde mental

Processo: 19/04494-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 30 de junho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Pesquisador responsável:Carmen Lúcia Cardoso
Beneficiário:Ana Paula Craveiro Prado
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Saúde mental   Fenomenologia (psicologia)   Promoção da saúde   Cotidiano   Serviços comunitários de saúde mental

Resumo

O campo da saúde e da saúde mental passam por significativas transformações desde a década de 1970, reconfigurando-se para promover um cuidado universal, integral e humanizado à população, inspirando as diretrizes do modo psicossocial de cuidado em saúde mental, em que a prática grupal é um dispositivo valorizado. O Grupo Comunitário de Saúde Mental (GCSM) se desenvolve nesse contexto, desde 1997, articulando prática e investigação científica. Trata-se de uma modalidade aberta de promoção e de cuidado à saúde mental, por meio da atenção e elaboração de experiências cotidianas dos participantes. Este estudo tem como objetivo compreender o Grupo Comunitário de Saúde Mental, por meio de análise das sessões grupais. Mais especificamente, busca-se identificar e compreender: o sentido das experiências trazidas pelos participantes, o papel do coordenador na elaboração destas experiências, o processo grupal, o potencial terapêutico da prática, a partir da perspectiva das sessões, e possíveis limites e desafios da modalidade. Para tal, será adotada abordagem qualitativa em pesquisa, a partir da fundamentação epistemológica e metodológica da Fenomenologia Clássica. Serão analisadas, inicialmente, oito sessões grupais audiogravadas e transcritas, na íntegra. Cada sessão será analisada individualmente, buscando compreender o grupo comunitário conforme singularmente desvelado em cada uma delas. Em um segundo momento, realizar-se-á um processo analítico comparativo, em que as diferentes sessões são contrastadas visando à apreensão do que é essencial ao fenômeno estudado, GCSM, sua estrutura intencional, "predicáveis" fundamentais, sem os quais não se poderia mais reconhecê-la enquanto tal - compondo unidades de sentido. O percurso será permeado pela adoção de atitude fenomenológica diante do material, a partir de postura descritiva, reflexiva e compreensiva dos fenômenos que se mostram. Este estudo pretende contribuir com a literatura científica de grupos e de saúde mental a partir de um estudo empírico, qualitativo e sistemático das sessões grupais de uma modalidade de cuidado alinhada ao preconizado pelo modo psicossocial. (AU)