Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel do Insulin Growth Factor 1 (IGF-1) na composição corporal, estresse oxidativo, tipo de tumor e sobrevida em mulheres com Câncer de Mama

Processo: 18/18739-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Nágila Raquel Teixeira Damasceno
Beneficiário:Isabelle Romero Novelli
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição humana   Fator de crescimento insulin-like I   Composição corporal   Índice de massa corporal   Obesidade   Estresse oxidativo   Sobrevida   Neoplasias mamárias

Resumo

A Neoplasia da Mama é o segundo Câncer mais prevalente na população mundial e a segunda causa de morte entre os Canceres nessa população. A etiologia desta Neoplasia é multifatorial, podendo ser desenvolvida por fatores ambientais e/ou hereditários. De todos os novos casos de Câncer no Brasil em 2012, 3,8% estavam relacionados com o alto valor do Índice de Massa Corporal (IMC) e já foi observada uma associação positiva de mortalidade e IMC. A Obesidade, aumenta o risco de desenvolver Câncer de Mama, altera o papel das adipocinas produzidas pelo tecido adiposo, está relacionada com um aumento do estresse oxidativo e com modificações no sistema IGF. Estudos correlacionam um maior nível de IGF-1 no plasma com aumento no risco de Câncer de Mama e em ratos foi observado que quando a produção de IGF-1 era suprimida o crescimento tumoral era mais lento. Tendo em vista esse contexto o presente projeto busca avaliar o sistema de IGF e o papel da Obesidade na recidiva e na sobrevida em mulheres diagnosticadas com Câncer de Mama. Até o momento não existe um estudo que propõe a hipótese que mulheres com Câncer de Mama possuem um maior nível plasmático de IGF-1 em relação aos seus controles e isso pode levar a uma maior recidiva e menor sobrevida na população estudada. O projeto de pesquisa apresentado é proveniente do projeto "Obesidade e Câncer de Mama: avaliação dos fatores de riscos associados ao excesso de peso e tecido adiposo" submetido e aprovado pelos Comitês de Ética em Pesquisa do Hospital Geral de Fortaleza (n° 050507/10) e da Faculdade de Saúde Pública/Universidade de São Paulo (n° 2162). Todos os testes estatísticos serão realizados com o auxílio do programa Statistical Package for the Social Sciences® (SPSS), versão 20.0 (SPSS Incorporation, 2010). O valor de significância considerado será de p< 0,05. (AU)