Busca avançada
Ano de início
Entree

Formação e manutenção de classes de equivalência: efeitos do uso de punição

Processo: 19/01248-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Experimental
Pesquisador responsável:Deisy das Graças de Souza
Beneficiário:Alceu Regaço dos Santos
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Equivalência de estímulos   Matching to sample   Punição   Análise do comportamento   Relação de equivalência
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:classe de equivalência | equivalência de estímulos | Formação | Manutenção | Matching to sample | Punição | Análise do Comportamento

Resumo

Classes de equivalência são definidas como sendo formadas por todos os elementos positivos que participam da contingência. O principal método para estudo deste fenômeno é o Matching to Sample. Utilizando esse modelo, diversos experimentos já verificaram o efeito de diferentes variáveis da tarefa (e dos estímulos utilizados) na formação e na manutenção das classes de equivalência. Entretanto, nenhum estudo buscou analisar o efeito do uso de punição como variável independente. Este estudo tem como objetivo, portanto, analisar o efeito do uso de punição na formação e na manutenção de relações de equivalência. Serão realizados dois experimentos: no Experimento 1, trinta participantes serão divididos em três grupos (em ambos serão ensinadas as relações A1B1C1D1 e A2B2C2D2), o primeiro passará por um treino utilizando apenas reforçamento positivo, o segundo irá passar por um treino utilizando reforçamento positivo e punição, e o terceiro por um treino utilizando apenas punição. Após a formação, serão testadas as relações BD/DB, os estímulos D serão avaliados utilizando o Diferencial Semântico e os participantes passarão por um teste no IRAP para verificar a força das relações. Estas etapas serão repetidas, para todos os sujeitos de todos os grupos, entre 30 e 35 dias depois da formação das classes para avaliar a manutenção.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)