Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da expressão e atividade enzimática de SIRT1 e sua modulação pelo resveratrol em modelo in vitro de Pré-Eclâmpsia

Processo: 19/06118-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Valeria Cristina Sandrim
Beneficiário:Sarah Viana Mattioli
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Hipertensão induzida pela gravidez   Pré-eclâmpsia   Atividade enzimática   Expressão gênica   Células endoteliais   Óxido nítrico   Resveratrol   Técnicas in vitro

Resumo

No Brasil e em diversos outros países a pré-eclâmpsia (PE) destaca-se como o principal dentre os transtornos hipertensivos da gravidez, sendo potencialmente fatal para ambos, mãe e embrião e afetando 3-8% de todas as gestações no mundo. No entanto, pouco se sabe sobre a etiologia desta patologia. Acredita-se que a isquemia útero-placentária causa a liberação de fatores placentários na circulação materna, os quais vêm a causar dano ao endotélio dessas gestantes através de alterações na expressão gênica, produção alterada de fatores vasoativos e danos por estresse oxidativo. A SIRT1 é proteína pertencente à classe III de histonas desacetilases que apresentam função NAD+ dependente. Sendo altamente expressada em células endoteliais, esta proteína é apontada como uma das principais moléculas de combate ao estresse oxidativo no organismo, além de regular a expressão gênica e a liberação de óxido nítrico (NO) pela eNOS. Para avaliar a relação entre PE e a SIRT1 em modelo in vitro, células endoteliais de veia umbilical humana (HUVECs) serão incubadas com o plasma de gestantes saudáveis, gestantes hipertensas e gestantes pré-eclâmpticas na presença ou ausência de Resveratrol, um potente antioxidante natural e ativador da SIRT1, e EX-527, um inibidor da atividade da SIRT1. Para tanto, serão analisadas a expressão e a atividade da SIRT1, além de seus possíveis efeitos sobre o dano endotelial, as espécies reativas de oxigênio (ERO) e o óxido nítrico (NO).

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VIANA-MATTIOLI, SARAH; CINEGAGLIA, NAIARA; BERTOZZI-MATHEUS, MARIANA; BUENO-PEREIRA, THAINA OMIA; CALDEIRA-DIAS, MAYARA; CAVALLI, RICARDO CARVALHO; SANDRIM, VALERIA CRISTINA. SIRT1-dependent effects of resveratrol and grape juice in an in vitro model of preeclampsia. BIOMEDICINE & PHARMACOTHERAPY, v. 131, NOV 2020. Citações Web of Science: 1.
VIANA-MATTIOLI, SARAH; NUNES, PRISCILA; CAVALLI, RICARDO; SANDRIM, VALERIA. Analysis of SIRT1 Expression in Plasma and in an In Vitro Model of Preeclampsia. OXIDATIVE MEDICINE AND CELLULAR LONGEVITY, v. 2020, APR 28 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.