Busca avançada
Ano de início
Entree

Imagem e peso corporal: associação entre a percepção dos pais e a adiposidade corporal de crianças sul-americanas: SAYCARE Cohort Study

Processo: 19/13527-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Pesquisador responsável:Augusto César Ferreira de Moraes
Beneficiário:Leticia Gabrielle de Assis Souza
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/20317-0 - Novas fronteiras em saúde nutricional e cardiovascular pediátrica: desenvolvimento de métodos para avaliar a dupla carga de má-nutrição e a saúde cardiovascular ideal em países de baixa-média renda - SAYCARE cohort study, AP.JP
Assunto(s):Autopercepção   Imagem corporal   Peso corporal   Comportamento alimentar   Crianças

Resumo

A percepção da imagem corporal é o resultado da autopercepção do corpo pela mente. Este complexo fenômeno, que se estende a todos os ciclos de vida, envolve aspectos cognitivos, afetivos, sociais/culturais e motores. A percepção da imagem corporal está relacionada com à estimativa de tamanho e aparência do corpo e aos sentimentos e atitudes em relação ao corpo. Em crianças as primeiras percepções realizadas pelos pais e estão relacionadas com o comportamento alimentar e estabelecimento de um bom ambiente emocional. A percepção da imagem e do peso corporal pode ser avaliada a partir de figuras em escalas e comparada com indicadores antropométricos, uma vez que percepções discordantes podem acarretar em consequências psicossociais e comportamentais negativas. Assim sendo, este estudo transversal objetiva (I) descrever a percepção dos pais sobre a imagem e peso corporal de seus filhos e (II) testar a relação da percepção dos pais com a adiposidade corporal apresentada. O estudo será realizado em sete cidades da América do Sul (Buenos Aires, Lima, Medellín, Montevidéu, Santiago, São Paulo e Teresina), a partir de questionário aplicado a pais de crianças de 3 a 10 anos. Para avaliação da percepção da imagem corporal utilizaremos a escala de figuras de Gardner. A adiposidade corporal será estimada por distintas medidas antropométricas: peso, altura, índice de massa corporal (kg/m2), circunferência (cintura, quadril e pescoço) e dobras cutâneas (bíceps, tríceps, subescapular e supra-ilíaca). Em ambas metodologias, as crianças serão classificadas em: magreza, peso adequado, sobrepeso e obesidade. Para a análise estatística serão utilizadas análises descritivas (média, mediana, desvio padrão e proporções) a fim de responder ao objetivo I e teste do qui-quadrado para testar a associação entre as variáveis e, assim, responder ao objetivo II. O intervalo de confiança adotado será de 95%, com critério de significância estatística ± = 5%.