Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da resposta sensório-motora após tratamento com fotobiomodulação em pacientes com mielomeningocele

Processo: 19/12463-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Sandra Kalil Bussadori
Beneficiário:Juliana Roque de Queiroz
Instituição-sede: Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Campus Vergueiro. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Meningomielocele   Terapia a laser de baixa intensidade   Fisioterapia

Resumo

A mielomeningocele é um defeito no tubo neural, que ocorre entre a terceira e quarta semana de gestação. O comprometimento funcional ocorre devido à displasia das raízes nervosas, que pode levar a paralisia flácida, disfunção sensitiva e motora abaixo do nível da lesão, assim como a incontinência urinária e fecal. O prognóstico para estes pacientes depende de fatores como, nível da lesão. Embora os avanços no tratamento multidisciplinar de crianças com MMC tenham levado à melhorias funcionais, novas modalidades terapêuticas como a fotobiomodulação, podem ser promissoras para complementar o tratamento da mielomeningocele. Avaliar a eficácia da FBM associado a exercícios de fisioterapia na resposta sensório-motora de indivíduos com Mielomingocele nível lombar baixo e sacral. Os participantes serão recrutados no ambulatório integrado de saúde da UNINOVE e randomizados em dois grupos Grupo (1) Tratamento com fotobiomodulação com comprimento de onda 808 nm e fisioterapia, Grupo (2) Placebo da fotobiomodulação e fisioterapia. Serão avaliados através de eletromiografia, nos músculos, gastrocnêmio, tibial anterior, reto femoral (RF) em ambos os membros inferiores. A avaliação sensorial será realizada com o kit Semmes-Weinstein (Smiles®). Os dados serão tabulados e tratados no software GraphPad PRISM versão 7.0. Os valores serão testados quanto a sua normalidade pelo teste Kolmogorov-Smirnov, e expressos em média e desvio padrão se assumem a curva de Gauss. Para comparação entre os grupos será realizado Teste T, considerando um nível de significância de 0,5% (p<0,05).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: