Busca avançada
Ano de início
Entree

Manipulação das condições ambientais em culturas de Kirchneriella contorta: efeitos na fotossíntese e no rendimento de biomoléculas de valor agregado

Processo: 19/14152-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Botânica Aplicada
Pesquisador responsável:Ana Teresa Lombardi
Beneficiário:Leonardo Murilo Aoyagi
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/07988-5 - Bioprospecção, caracterização e otimização de microalgas brasileiras para a biofixação de CO2 e produção de biomoléculas de importância comercial, AP.TEM
Assunto(s):Ecofisiologia   Microalgas   Moléculas bioativas

Resumo

Microalgas são fonte natural de produtos valiosos e possuem potencial de serem aplicadas em diversos setores produtivos. Dentre a vasta gama de biomoléculas que sintetizam, os carboidratos, proteínas e lipídeos, incluindo os carotenoides, têm importância na saúde humana. Aliada à potencialidade das microalgas como produtoras de biomoléculas, tem-se que sua produção pode ocorrer em áreas que não competem com a produção de alimento e ainda, como seres fotossintéticos que são, fixam o CO2, um gás do efeito estufa. Dada à plasticidade fisiológica das microalgas, técnicas de manipulação de sua composição bioquímica têm sido propostas para o aumento de biomoléculas. A adição de microutrientes em concentrações ambientais, não tóxicas, pode ser uma estratégia para o aumento de biomoléculas em microalgas, que em combinação com outros fatores de estresse pode ser potencializado. Tanto o estudo de metais-traço, como da interação de fatores de estresse, visando ao aumento de biomoléculas são considerados promissores, ainda que sejam pouco reportados na literatura. O presente projeto tem como objetivo investigar o comportamento da microalga Kirchneriella contorta sob diferentes concentrações de cobre e em duas cores de luz (diodos emissores de luz - LED), vermelha e azul. Pretende-se definir concentrações de cobre que estimulem o aumento do rendimento das biomoléculas e, nessas concentrações, expor o cultivo às diferentes cores de LED. Analisaremos os parâmetros fotossintéticos (PhytoPAM), de crescimento (densidade populacional e taxa de crescimento) e bioquímicos (clorofila a, carotenoides, carboidratos e proteínas). Este estudo é uma contribuição à biotecnologia de microalgas e ao entendimento da fisiologia e efeitos do cobre e luz azul e vermelha na microalga, K. contorta uma Chlorophyta de água doce.