Busca avançada
Ano de início
Entree

Marcadores de estresse em anuros: como estresse e afeta os níveis de glicocorticóides na saliva e a sazonalidade modula receptores no cérebro

Processo: 19/13164-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 08 de setembro de 2019
Vigência (Término): 07 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Comparada
Pesquisador responsável:Fernando Ribeiro Gomes
Beneficiário:Carla Bonetti Madelaire
Supervisor no Exterior: Charles Loren Buck
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Northern Arizona University, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:18/00406-0 - Relação sazonal entre imunidade, hormônios esteróides e resposta ao estresse em modelos ectotermos, BP.PD
Assunto(s):Corticosterona

Resumo

Os glicocorticoides (GC) auxiliam na manutenção da homeostase dos indivíduos submetidos a eventos estressantes. Assim, a liberação de GC normalmente resulta em efeitos adaptativos. No entanto, a elevação dos níveis de GC de forma crônica, especialmente durante eventos críticos, e.g. período reprodutivo, podem resultar em efeitos deletérios na fisiologia e comportamento dos animais. Desta forma, os animais podem apresentem mecanismos que atenuem os efeitos do estresse nos sistemas fisiológicos. Adicionalmente, os GC estão entre as variáveis mais utilizadas para acessar o nível de estresse de uma população. O desenvolvimento de métodos alternativos a amostragem sanguínea que permitam mensurar esse marcador de estresse é essencial para construção do conhecimento necessário para estabelecimento de medidas de conservação. Os objetivos desta proposta são 1) entender se anuros de um ambiente de extrema sazonalidade conseguem modular a expressão de receptores de GC ao longo de diferentes estágios de história de vida; e 2) padronizar medidas de metabólitos de GC na saliva de anuros em situação de vida livre e submetidos a um estímulo estressor, ajudando a acessar índices de estresse populacional através de métodos não-invasivos.