Busca avançada
Ano de início
Entree

Mapeamento dos elementos regulatórios da transcrição de MLKL

Processo: 19/13813-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 25 de outubro de 2019
Vigência (Término): 24 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Ricardo Weinlich
Beneficiário:Larissa Cardoso Zanetti
Supervisor no Exterior: Richard Sherwood
Instituição-sede: Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein (IIEPAE). Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein (SBIBAE). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Brigham and Women's Hospital (BWH), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/25009-1 - Modulação gênica de RIPK3 e MLKL e seu impacto na sensibilidade à morte por necroptose, BP.DD
Assunto(s):Repetições palindrômicas curtas agrupadas e regularmente espaçadas

Resumo

Necroptose é uma via de morte celular independente de caspase que apresenta características morfológicas de necrose acidental. Pode ser ativado por diferentes estímulos, que culminam na ativação da MLKL, a molécula efetora dessa via. A importância da necroptose tem sido demonstrada em muitas condições fisiopatológicas, incluindo infecções bacterianas e virais, câncer, insultos isquêmicos e doenças autoimunes. Em muitos desses ambientes, o nível de expressão de MLKL variou significativamente, impactando na sensibilidade à morte celular. No entanto, existem atualmente dados muito limitados sobre a regulação transcricional da MLKL. Nosso objetivo é elucidar os elementos regulatórios transcricionais da expressão do gene MLKL, caracterizando potenciadores, fatores de transcrição e outros mecanismos envolvidos na sua regulação. Usando um ensaio regulador de edição multiplo, pretendemos realizar uma triagem mediada por CRISPR-Cas9 de alta escala acerca de 10kb do genoma cis-regulatório próximo ao gene MLKL e usar a expressão GFP knock-in como uma leitura mais fácil da atividade do gene MLKL. Combinado com nossos resultados anteriores que identificaram uma região promotora mínima responsável pela ativação basal e por interferon gama, este projeto visa revelar alguns novos elementos regulatórios de MLKL que ainda não foram descritos. Esse conhecimento contribuirá para entender como MLKL é regulado e ajudará a estabelecer a base para explorar a manipulação da expressão de MLKL em diferentes fisiopatologias.