Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese de vetores não-virais do tipo core-shell para entrega simultânea de material genético

Processo: 19/13518-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química
Pesquisador responsável:Lucimara Gaziola de la Torre
Beneficiário:Naiara Godoi
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Química (FEQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/20206-8 - Modulação de monócitos, macrófagos e pericitos pelos genes dos fatores estimuladores de colônia para tratamento de isquemia de membros em modelo murino, AP.TEM
Assunto(s):Nanotecnologia   Terapia genética   RNA interferente pequeno   Modelos genéticos

Resumo

A terapia gênica é uma técnica promissora baseada na transferência de material genético para as células ou tecidos, visando desde vacinação até tratamento ou regressão do avanço de doenças do sistema sanguíneo, imunológico, nervoso e câncer. No entanto, grande parte da eficácia da técnica está relacionado ao transporte e entrega do material genético no local desejado, minimizando efeitos patogênicos, o que ocorre por meio de partículas conhecidas como vetores, virais ou não-virais. Os vetores não virais destacam-se por apresentarem menor imunotoxicidade, maior facilidade de modelagem, menores tempo e custo de produção, dentre os quais os mais utilizados são os lipossomas catiônicos, lipoplexos, e as nanopartículas poliméricas catiônicas, poliplexos. Entretanto, um dos maiores desafios associados ao desenvolvimento dos vetores não-virais, poliplexos e lipoplexos, é a busca de vetores não-virais capazes de garantir alto nível de transferência gênica, sendo mais estáveis a degradação quando em meio biológico. O desenvolvimento de nanoestruturas mais robustas que sejam capazes de proteger o material genético é uma alternativa para suprir essa dificuldade garantindo a estabilidade do nanocarreador e eficiência na entrega dos ácidos nucleicos. Neste contexto, nesse projeto serão exploradas diferentes estratégias para produção de vetores não-virais mais robustos do tipo core-shell para co-delivery de ácidos nucleicos, também chamados de lipopoliplexos, cujo núcleo "core" será formado por poliplexos de polietilenoimina (PEI) e ácidos nucleicos, DNA plasmidial. A parte mais externa o "shell" será composta pelos lipídeos DOPE, EPC e DOTAP, garantido ao nanocarreador bicamadas lipídicas semelhantes as membranas celulares. Por fim, o vetor do tipo core/shell serão complexados com RNA silenciador (siRNA) em sua camada mais externa, o shell lipídico. Ao final desse projeto pretende-se contribuir no desenvolvimento das áreas de nanotecnologia e terapia gênica com ênfase no co-delivery de material genético.