Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da terapia coadjuvante probiótica (Lactobacillus reuteri) em indivíduos diabéticos e portadores de periodontite por meio do índice PISA

Processo: 19/14344-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Maria Aparecida Neves Jardini
Beneficiário:Luana Reis Silva
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Periodontite   Qualidade de vida   Diabetes mellitus   Probióticos   Lactobacillus reuteri   Ensaio clínico controlado aleatório   Inquéritos e questionários

Resumo

A associação de probióticos ao debridamento mecânico têm sido propostas para o tratamento das doenças periodontais, mas este efeito ainda não foi avaliado em portadores de Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2). Sendo o principal objetivo da terapia periodontal associada ou não a coadjuvantes reduzir a inflamação e restaurar a homeostase tecidual, nesse et al. em 2008, propuseram um índice, chamado PISA, para avaliar a área e o tecido inflamado. Por outro lado, também é importante uma análise de como resultado do atendimento odontológico impacta na qualidade de vida dos individuos. Dentre varios instrumentos para medir a qualidade de vida da saúde bucal, Oral Health Impact Profile (OHIP-14) (Slade 97) tem se mostrado eficiente através da avaliação de associações com variáveis sociodemográficas e clínicas com a condição oral. O objetivo deste estudo clínico controlado, randomizado e triplo-cego, será avaliar, por meio de análise clínica e aplicação do Índice PISA, os efeitos da administração do probiótico (Lactobacillus reuteri) como terapia coadjuvante no tratamento da Periodontite associada ao DM2. Os pacientes também responderão o questionário OHIP 14 sobre qualidade de vida. Os participantes serão randomizados em 2 grupos: Grupo Teste (n=20): pacientes com Periodontite e portadores de DM2 que receberão debridamento periodontal associado ao probiótico Lactobacillus reuteri; e Grupo Controle (n=20): pacientes com Periodontite e portadores de DM2, tratados com debridamento periodontal associado a um placebo. Os dados obtidos antes e após a terapia periodontal serão analisados através do teste de Shapiro-wilk e Qui-Quadrado.