Busca avançada
Ano de início
Entree

Os discursos midiáticos na relação Venezuela / Brasil. análise da cobertura jornalística dos jornais folha da Boa Vista e Folha de S. Paulo em relação à situações de crise humanitária

Processo: 19/00150-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Comunicação - Jornalismo e Editoração
Pesquisador responsável:Maria Cristina Gobbi
Beneficiário:Letícia Alves Machado de Souza Lima
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Bauru. Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Jornalismo   Direitos humanos   Venezuela   América Latina   Violência

Resumo

Este estudo integra o Projeto Memória, desenvolvido no âmbito das atividades do grupo de pesquisa PCLA. A pesquisa procura compreender a forma da construção da informação em meio à crises humanitárias, através da análise de seus critérios noticiosos, seus gêneros jornalísticos e sua agenda midiática. O objeto de análise do estudo será o cenário de confronto protagonizado por venezuelanos e brasileiros, ocorrido no dia 18 de agosto de 2018 (re)produzidos em um veículo local, a Folha de Boa Vista e um nacional, a Folha de S. Paulo. Serão analisados dois dias precedentes, o dia do acontecimento e dois dias subsequentes. Por meio da revisão bibliográfica, documental, amparadas na análise de conteúdo, buscar-se-á conhecer como os dois veículos fizeram a cobertura noticiosa sobre a violência ocorrida na região de Pacaraima, evidenciando as tensões entre o espaço público e o direito humano. Através de um estudo exploratório será possível conhecer o objeto empírico e delimitar o corpus da pesquisa considerando características da linguagem jornalística ao incluir aspectos do conteúdo das notícias e as categorias definidas. O resultado final poderá reconhecer a influência dos veículos analisados na construção noticiosa sobre a sociedade e sua visão em relação às crises humanitárias, assim como poderá apontar quais foram os critérios noticiosos utilizados, identificando diferenças entre a cobertura jornalística em âmbito local e nacional.