Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação do ensaio cometa para avaliar a genotoxicidade do cádmio em tecidos de abelhas da espécie Bombus atratus (Hymenoptera: Bombini)

Processo: 19/05451-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Pesquisador responsável:Fábio Camargo Abdalla
Beneficiário:Guilherme Andrade Neto Schmitz Boeing
Instituição-sede: Centro de Ciências Humanas e Biológicas (CCHB). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Abelhas   Bombus atratus   Cádmio   Genotoxicidade   Bioensaio   Ensaio cometa

Resumo

O cádmio (Cd) é um metal traço com elevado potencial genotóxico; pode ser encontrado como componente de uma grande variedade de produtos industrializados, inclusive em agrotóxicos, ambos potencializando os efeitos deletérios à entomofauna não alvo; especialmente às abelhas. Assim, para avaliar a genotoxidade deste metal em abelhas neotropicais, serão realizados bioensaios com operárias da espécie Bombus atratus. As abelhas (n=11, para cada grupo) serão mantidas em incubadora (24N, 26ºC, 70% umidade) por 48 horas, em caixas individuais. A exposição será realizada através do oferecimento de uma solução contaminada com Cd a 1ppb, ofertada ad libitum. Às operárias do grupo controle serão mantidas nas mesmas condições, porém alimentadas com solução de sacarose 70% e água destilada não contaminadas. Os bioensaios serão realizados em replicata. Após o período de exposição, o corpo gorduroso e as células pericárdicas que envolvem o vaso dorsal serão dissecados. O material será submetido ao fracionamento celular para isolarmos a fração de núcleos celulares dos tecidos que serão estudados. A partir do fracionamento dos núcleos celulares, realizar-se-á o Ensaio Cometa, metodologia que avalia o dano ocorrido no material genético em núcleos celulares individualizados. As lâminas preparadas para o ensaio cometa serão coradas e analisadas através de fotomicroscópio. Além da caracterização dos 4 estágios de fragmentação cromatínica, o Índice de Dano (ID) e a Frequência de Dano (FD%) serão calculados. Por fim, o software CASP, será utilizado como método complementar à classificação visual dos cometas.