Busca avançada
Ano de início
Entree

Conjunto ferroviário da estação de Campinas: levantamento da percepção da população do entorno sobre o bem patrimonial protegido

Processo: 19/07237-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Turismo
Pesquisador responsável:Eduardo Romero de Oliveira
Beneficiário:Brenda Letícia Lichewiski dos Santos
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rosana. Rosana , SP, Brasil
Assunto(s):Patrimônio cultural   Patrimônio industrial   Patrimônio ferroviário   Educação patrimonial   Participação da comunidade   Entrevistas (psicologia)   Campinas (SP)

Resumo

A presente pesquisa tem como objeto de estudo a Estação de Campinas, situada na cidade de Campinas (SP), um bem já protegido em âmbito municipal pelo Conselho de Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico (CONDEPHAAT) e tem como objetivo principal identificar a percepção e interações da população residente do entorno sobre a estação, a fim de avaliar os usos adotados ao sítio patrimonial do ponto de vista desta comunidade. Tem-se como objetivos específicos: registrar as percepções e comportamentos da população residente no entorno da estação; identificar os bens protegidos e formas de reuso (ou não) referenciados; e compilar os dados obtidos através da produção de mapas. Como metodologia será utilizado o método de Abordagem e Valorização do Patrimônio, desenvolvido por Silberman e Labrador (2014), que tem como princípio a interpretação como ferramenta para estudar o patrimônio material. Como processos metodológicos, realizar-se-ão: entrevistas semiestruturadas com a população; mapeamento, tour local e o registro visual; consulta ao processo de tombamento e consulta bibliográfica. Como resultado dessa pesquisa, espera-se obter uma listagem de práticas comunitárias culturais e mapeá-las na sua relação com os bens protegidos.