Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da interação de pesticidas e nanopesticidas com solo

Processo: 19/14829-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Leonardo Fernandes Fraceto
Beneficiário:Mariana Monteiro de Lima Forini
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia. Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Sorocaba. Sorocaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/21004-5 - Agricultura, micro/nanotecnologia e ambiente: da avaliação dos mecanismos de ação a estudos de transporte e toxicidade, AP.TEM
Assunto(s):Nanotecnologia   Agricultura   Produção agrícola   Agrotóxicos   Nanopesticidas   Biocidas   Ensaios dos solos

Resumo

Os sistemas de produção agrícola empregam grandes quantidades de pesticidas, visando aumentar a quantidade e a qualidade dos produtos agrícolas. O Brasil tornou-se um dos maiores consumidores de pesticidas no mundo e, embora possuam uma função importante na produtividade agrícola, tais compostos estão presentes em quantidades alarmantes em corpos hídricos superficiais e subterrâneos. Embora possuam uma importante função na produtividade agrícola através de minimização da atuação de pragas, alguns pesticidas podem gerar sérios impactos ambientais. Aliado a isto, diversos mecanismos estão sendo estudados a fim de minimizar estes danos, tais como, o desenvolvimento de sistemas de liberação modificado, utilizando nanocarreadores biodegradáveis. Tais sistemas vêm sendo denominados como nanopesticidas e apresentam resultados promissores com relação ao aumento no desempenho/eficiência de agroquímicos. Embora já existam alguns nanopesticidas no mercado, o estudo sobre o destino destes sistemas no ambiente é ainda escasso. Neste sentido, o presente projeto visa estudar a interação de pesticidas ou biocidas associados ou não a nanocarreadores em diferentes solos, através de ensaios de cinética de sorção e degradação. Com está proposta pretende-se comparar o destino de ativos convencionais e nanopesticidas no solo. Além disso, acredita-se que este projeto pode trazer avanços importantes para o entendimento do destino de pesticidas e nanopesticidas no solo, bem como, contribuir para o desenvolvimento de novas técnicas e metodologias para o estudo destes sistemas no ambiente.