Busca avançada
Ano de início
Entree

Derivados de arginina emissores de luz como marcadores de peptídeos antimicrobianos

Processo: 19/15871-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Vigência (Término): 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Fernando Heering Bartoloni
Beneficiário:Andréia Boaro
Supervisor no Exterior: Cesar de La Fuente-Nunez
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Pennsylvania, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:16/10585-4 - Aspectos mecanísticos da decomposição induzida de hidroperóxidos e sililperóxidos derivados de lofina, BP.DR
Assunto(s):Síntese de peptídeos   Peptídeos catiônicos antimicrobianos   Fluorescência   Quimiluminescência

Resumo

O aumento de patógenos multirresistentes levou à busca de novos antibióticos. Os peptídeos antimicrobianos (PAMs) representam alternativas promissoras aos antibióticos convencionais devido a sua atividade de amplo espectro, sua potência em baixas concentrações e seu modo de ação multifuncional que diminui a probabilidade de desenvolvimento de resistência. Este projeto de pesquisa tem como objetivo a busca por novos candidatos a marcadores fluorescentes e quimiluminescentes que permitem a marcação de PAMs de forma eficaz e sem interferir em suas características estruturais e físico-químicas. O que facilitará a compreenção dos mecanismos de ação e biodisponibilidade dessas moléculas in vitro (inibição do crescimento e ensaios de antibiofilme) e em modelos animais. Esses marcadores são derivados de arginina obtidos por condensação multicomponente one-pot, contendo um núcleo de imidazol fluorescente que pode ser fotoconvertido em peróxidos lineares. A desproteção destes peróxidos, sob condições adequadas, gera convenientemente luz de quimiluminescência, útil para detecção e quantificação de substratos. Através deste projeto, a aluna aprenderá novas técnicas relevantes para o projeto como engenharia de peptídeos (e.g., estudos de relação estrutura-atividade), síntese peptídica, caracterização funcional da atividade peptídica (i.e., ensaios antimicrobianos e antibiofilme), e adquirirá habilidades para realizar experimentos usando modelos animais e técnicas de imagem de animais inteiros. Além disso, a aluna poderá aplicar sua experiência em preparações multicomponentes e síntese de peróxidos orgânicos em um problema prático e desafiador, expandindo significativamente suas habilidades de pesquisa.