Busca avançada
Ano de início
Entree

A governança dos projetos de desenvolvimento urbano: um estudo das Operações Urbanas Consorciadas na Cidade de São Paulo

Processo: 19/13671-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 14 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Políticas Públicas
Pesquisador responsável:Marta Teresa da Silva Arretche
Beneficiário:Marilia Mayumi Kotaki Rolemberg Lessa
Supervisor no Exterior: Alison Post
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of California, Berkeley (UC Berkeley), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:18/03608-3 - A governança dos projetos de desenvolvimento urbano: um estudo das operações urbanas consorciadas na Cidade de São Paulo, BP.MS
Assunto(s):Política urbana

Resumo

Processos de reestruturação econômica nos anos 70 e 80 impactaram profundamente as políticas de planejamento e desenvolvimento urbano nas principais cidades ao redor do mundo. Seguindo a tendência internacional, uma das cidades mais populosas do mundo e a maior metrópole brasileira, a cidade de São Paulo, buscou desenvolver seus próprios arranjos jurídico-institucionais para promover grandes projetos urbanos. Seu principal instrumento consiste nas Operações Urbanas Consorciadas (OUCs). Em linhas gerais, as operações urbanas podem ser definidas como intervenções em áreas delimitadas da cidade, coordenadas pelo Poder Público com a participação de atores privados, que visam transformar e requalificar esses espaços. Apesar de importante corrente dos estudos urbanos apontar para a existência de dinâmicas de captura do Estado nas operações urbanas, resultados da pesquisa preliminar sugerem a presença de importantes dinâmicas de co-construção de capacidades estatais em diferentes períodos e sob gestões de partidos dos diferentes espectros políticos. A pesquisa busca analisar os padrões de evolução e mudança na trajetória das operações urbanas consorciadas, visando responder a seguinte questão: "como as estruturas políticas locais moldaram as mudanças nas operações urbanas consorciadas e, ao mesmo tempo, limitaram esses processos?". O principal desafio, no entanto, reside em enfrentar o gargalo presente na literatura nacional acerca da política (politics) e das políticas (policies) do urbano. Durante meu estágio de pesquisa no Global Metropolitan Studies (GMS) da Universidade da Califórnia, Berkeley, eu pretendo aprimorar os fundamentos teóricos e as lentes analíticas deste estudo, além de aprofundar meu conhecimento sobre a dimensão empírica deste trabalho através de análises comparadas. Para tanto, irei me valer da literatura internacional recente e inovadora lá disponível e dos diálogos e trocas travadas com pesquisadores e professores.