Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da força e do padrão da ativação dos músculos da articulação coxofemoral nos graus iniciais de osteoartrite de quadril

Processo: 19/06461-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Paula Regina Mendes da Silva Serrão
Beneficiário:Larissa Vasconcelos Chesman de Oliveira
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Fisioterapia   Osteoartrite do quadril   Músculos abdominais   Quadril   Treinamento de força   Eletromiografia de superfície

Resumo

A osteoartrite é uma doença crônica, de causa multifatorial que acomete a cartilagem da articulação envolvendo toda a articulação sinovial. Em relação à OA de quadril (OAQ) a fraqueza dos músculos ao redor da articulação pode estar presente, principalmente dos músculos abdutores. Essa fraqueza pode ser considerada uma consequência tanto da redução do tamanho muscular quanto de um possível déficit na atividade elétrica muscular. Dessa forma, poderíamos inferir que sujeitos com OAQ apresentariam além de déficits de força dos músculos abdutores do quadril déficits de ativação dessa musculatura. Contudo, alguns estudos com OA avançada de quadril encontraram aumento da ativação dessa musculatura. Esse estudo, portanto, tem como proposta avaliar a força e a ativação dos músculos abdutores de quadril de indivíduos acometidos pela OAQ nos graus iniciais. Para tanto participarão desse estudo indivíduos de ambos os sexos, com faixa etária dos 40 aos 65 anos, que serão divididos em 2 grupos. Grupo OAQ, formado por indivíduos com graus iniciais de OAQ (graus II e III) e grupo controle, composto de indivíduos saudáveis. Esses indivíduos serão inicialmente avaliados, depois realizarão a avaliação isocinética do quadril utilizando um dinamômetro isocinético Biodex Multi-Joint System 3 (Biodex Medical Inc, Shirley, NY, USA), nos modos concêntrico e excêntrico, à 30º/s. Concomitante à avaliação isocinética será realizada a eletromiografia de superfície dos músculos glúteos médio e máximo, por meio do eletromiógrafo Trigno" Wireless (Delsys Inc., Boston, MA). Para todas as análises, será utilizado o nível de significância de 5% (±d 0,05).