Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinantes da atividade necrótica da proteína esfoliativa c (ExhC) de Staphylococcus sciuri

Processo: 19/10230-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Raghuvir Krishnaswamy Arni
Beneficiário:Carolina Gismene
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Cristalização   Purificação   Biologia molecular

Resumo

Staphylococcus sciuri é uma bactéria comensal e patogênica com relevância clínica e veterinária. Recentemente, uma cepa de S. sciuri foi descrita como o agente etiológico da epidermite exsudativa em suínos na China e o principal fator de virulência envolvido nessa manifestação clínica foi a proteína esfoliativa C (ExhC). A ExhC de S. sciuri, além de causar a esfoliação epidérmica em suínos e ratos recém-nascidos, foi capaz de induzir a necrose celular in vitro, especificamente em linhagem celular de fibroblastos renais de hamsters recém-nascidos (BHK-21), propriedade desconhecida entre as toxinas esfoliativas (ETs). A utilização de fragmentos recombinantes da ExhC permitiu concluir que o domínio contendo os resíduos 79-128 é responsável pela atividade necrótica. O objetivo é verificar se a alteração de aminoácidos específicos desse domínio influência na atividade necrótica da enzima e determinar os detalhes estruturais do domínio necrótico, para melhor compreender as peculiaridades do seu mecanismo de ação e dessa forma buscar possíveis inibidores para essa atividade. Esses experimentos também serão realizados com uma proteína esfoliativa ETD quimérica, com substituição da região correspondente pelos resíduos 79-128 de aminoácidos da proteína ExhC.