Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo sobre a variabilidade de eventos extremos de chuva com base em análises geoquímicas de alta resolução (d18O e d13C e elementos traços) em espeleotemas

Processo: 19/02791-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 30 de junho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Convênio/Acordo: National Science Foundation (NSF) e NSF’s Partnership for International Research and Education (PIRE)
Pesquisador responsável:Francisco William da Cruz Junior
Beneficiário:Julio Cauhy Rodrigues
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/50085-3 - PIRE: educação e pesquisa em clima das Américas usando os exemplos de anéis de árvores e espeleotemas (PIRE-CREATE), AP.TEM

Resumo

Eventos extremos de precipitações representam a maior fonte de risco associada à variabilidade interanual nas regiões de clima tropical e vêm se tornando cada vez mais frequentes e intensos nos tempos modernos. No Brasil, cerca de 74% das mortes relacionadas a desastres naturais são associados a eventos de chuva extremos. Frente às recentes mudanças hidroclimáticas na América do Sul, torna-se necessário entender como a variabilidade nas condições climáticas interfere na frequência e magnitude desses eventos. Nesse contexto, propõem-se no presente projeto de pesquisa a reconstituição da frequência dos eventos extremos de precipitação baseados em registros geoquímicos de alta resolução de elementos traços nos espeleotemas da gruta Laje Branca (SP). O projeto tem por objetivo melhor compreender como a frequência e magnitude desses eventos se relacionam com eventos climáticos de expressão global.