Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do timing da ingestão de creatina em relação ao treino de força sobre a composição corporal, hipertrofia, desempenho de força e níveis musculares de creatina e fosforilcreatina

Processo: 18/19981-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Bryan Saunders
Beneficiário:Felipe Ribeiro Dainese Candido
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição esportiva   Suplementação alimentar   Creatina   Hipertrofia   Composição corporal   Exercício físico   Treinamento de força   Ensaio clínico controlado aleatório

Resumo

A suplementação de creatina (Cr) é uma estratégia eficaz para aumentar o conteúdo intramuscular de Cr e fosforilcreatina (PCr), os quais, por sua vez, possuem papel determinante sobre o metabolismo energético durante os exercícios de alta intensidade. Por esse motivo, a suplementação de Cr vem sendo amplamente utilizada como recurso ergogênico no esporte, especialmente em combinação ao treino de força. Contudo, alguns aspectos importantes inerentes aos protocolos de suplementação necessitam ser esclarecidos, em particular a influência que o timing da ingestão de Cr pode ter sobre as respostas adaptativas ao treinamento. Este estudo tem como objetivo investigar a influência do timing da ingestão de Cr durante o treino de força sobre o desempenho de força. Para tanto, serão recrutados 30 homens jovens, saudáveis e recreacionalmente treinados em força. A pesquisa terá um desenho randomizado, duplo-cego e controlado por placebo. Os sujeitos serão alocados em três possíveis grupos, de acordo com o período no qual o suplemento será ingerido, a saber: 1) Creatina Pré-Treino/Placebo Pós-Treino; 2) Placebo Pré-Treino/Creatina Pós-Treino; ou 3) Placebo Pré-Treino/Placebo Pós-Treino. Todos os voluntários realizarão 8 semanas de treinamento de força para membros inferiores, concomitantemente à suplementação de creatina ou placebo. Além disso, também serão avaliados desempenho de força, área de secção transversa muscular e composição corporal. Os resultados obtidos a partir deste estudo possuem amplo impacto científico e prático, pois permitirão otimizar a prescrição de Cr no esporte e na clínica médica.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PERIM, PEDRO; MARTICORENA, FELIPE MIGUEL; RIBEIRO, FELIPE; BARRETO, GABRIEL; GOBBI, NATHAN; KERKSICK, CHAD; DOLAN, EIMEAR; SAUNDERS, BRYAN. Can the Skeletal Muscle Carnosine Response to Beta-Alanine Supplementation Be Optimized?. FRONTIERS IN NUTRITION, v. 6, AUG 27 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.