Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de mudanças conformacionais na estrutura da proteína de lentilha resultante da aplicação de campos elétricos moderados

Processo: 19/18704-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 15 de setembro de 2019
Vigência (Término): 14 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Ana Carla Kawazoe Sato
Beneficiário:Cristiane Grella Miranda
Supervisor no Exterior: Antonio Augusto Vicente
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade do Minho (UMinho), Portugal  
Vinculado à bolsa:18/16456-7 - Coacervação complexa utilizando proteína de lentilha obtida por diferentes métodos de extração, BP.MS

Resumo

A crescente tendência da população por uma dieta livre ou reduzida de produtos de origem animal tem despertado crescente interesse por fontes proteicas vegetais. Diante disso, as proteínas das leguminosas, como lentilha, grão-de-bico e feijões, por apresentarem alto teor de proteínas, tornaram-se opções viáveis. As proteínas obtidas pelo método tradicional alcalino, algumas vezes não apresentam funcionalidades adequadas para a sua aplicação comercial. Assim estratégias para melhorar a funcionalidade dessas proteínas vem sendo cada vez mais estudadas. A aplicação de campos elétricos moderados é uma técnica que promove modificação da estrutura das proteínas pela passagem de corrente, podendo gerar ou não calor. Estudos com as proteínas do leite e da soja apontam que essa tecnologia é capaz de modificar a estrutura das proteínas devido a abertura de suas cadeias e exposição dos grupos hidrofóbicos e tiols. Contudo, por ser uma tecnologia emergente, estudos sobre modificação estrutural de proteínas de leguminosas ainda são escassos. Dessa forma, o objetivo deste trabalho é avaliar as possíveis modificações causadas pela aplicação dos campos elétricos moderados nas proteínas de lentilha obtidas pelo método de extração alcalina. O projeto pretende avaliar as propriedades de hidrofobicidade, acessibilidade de grupos sulfidrilas e mudanças na estrutura secundária da proteína. Além disso, pretende-se avaliar como essas possíveis modificações podem afetar o processo de coacervação complexa desta proteína com a pectina.