Busca avançada
Ano de início
Entree

Extensão e determinantes das restrições biogeográficas sobre a diversidade de mamíferos do Novo Mundo

Processo: 19/11901-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 28 de janeiro de 2020
Vigência (Término): 27 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Katia Maria Paschoaletto Micchi de Barros Ferraz
Beneficiário:Juliano André Bogoni
Supervisor: Carlos Augusto da Silva Peres
Instituição Sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of East Anglia (UEA), Inglaterra  
Vinculado à bolsa:18/05970-1 - Padrões Macroecológicos da Perda de Serviços Ecossistêmicos no Antropoceno: Aliando Filogenia, Atributos Funcionais e Diversidade de Mamíferos Neotropicais, BP.PD
Assunto(s):Macroecologia   Biogeografia   Variações sazonais   Distribuição animal   Mamíferos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:altitudinal gradient | Functional diversity | habitat conditioning | latitudinal gradient | mammalian assemblages | Phylogenetic diversity | Biologia da Conservação; Macroecologia; Biogeografia

Resumo

Ao longo da história da ecologia, hipóteses-marco foram colocadas para entender a influência latitudinal, altitudinal, do tamanho de área e das variações sazonais na distribuição de diversidade de mamíferos. Mamíferos incorporam o apogeu do funcionamento do ecossistema e da montagem de comunidades, e suas populações estão em colapso diante de múltiplas ameaças. O objetivo central deste projeto é entender os efeitos isolados e combinados do gradiente latitudinal, altitudinal e ambiental sob níveis de diversidade em assembleias putativas de mamíferos ao longo de uma escala pan-americana, fornecendo conhecimento para fins de conservação. Ao fazê-lo, eu gerarei conjuntos de mamíferos baseados no conjunto de dados da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN 2018) para faixas de distribuição de mamíferos terrestres, extraindo 2.000 assembleias de mamíferos aleatórias dentro do Novo Mundo (Américas). Múltiplas características funcionais de espécies e filogenia de mamíferos estão sendo obtidas de datapapers e literatura específica. Meta-tipos de habitat e variáveis geoclimáticas estão sendo compilados de bancos de dados online. Os dados serão analisados por meio de índices de diversidade taxonômica, funcional e filogenética, seguidos de interpolação espacial. A previsão das variações em todos esses níveis de diversidade será feita através de modelos de regressão múltipla (ou, alternativamente, através de análise de partição da variação). Os resultados esperados nos permitem entender como os efeitos combinados e isolados de padrões latitudinais, gradiente de elevação e variação ambiental influenciam os vários níveis de diversidade de assembleias de mamíferos, desde escala local a biogeográficas ao longo das Américas. Além disso, entender como as estratégias de história de vida permitem o sucesso e a persistência de certas populações em cada ambiente. Existe, portanto, uma perspectiva direta da ecologia aplicada para entender e gerar diretrizes para a conservação biológica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
JULIANO A. BOGONI; HENRIQUE VILLAS BOAS CONCONE; VÍTOR CARVALHO-ROCHA; KATIA M.P.M.B. FERRAZ; CARLOS A. PERES. The historical ecology of the world’s largest tropical country uniquely chronicled by its municipal coat-of-arms symbology. Anais da Academia Brasileira de Ciências, v. 95, . (19/11901-5, 18/05970-1)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.