Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da influência de vias glutamatérgicas do córtex cingulado anterior em mecanismos nitrérgicos do hipotálamo ventromedial e da substância cinzenta periaquedutal envolvidos na geração de respostas defensivas de camundongos ameaçados por serpentes

Processo: 19/05255-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Norberto Cysne Coimbra
Beneficiário:Luiz Luciano Falconi Sobrinho
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Hipotálamo   Glutamatos   Óxido nítrico   Mecanismos de defesa   Substância cinzenta periaquedutal

Resumo

A região rostromedial do córtex do lobo frontal, chamado córtex "pré-frontal" medial (CPFM) tem sido implicada na modulação de respostas defensivas relacionadas ao medo, organizadas por estruturas subcorticais. Recentes estudos têm demonstrado que o córtex cingulado anterior (CCA), uma estrutura que também integra o CPFM, possui eferências glutamatérgicas que desempenham um papel relevante na regulação dos comportamentos defensivos e da antinocicepção induzida pelo medo, organizados por neurônios tanto do hipotálamo anterior, quanto do posterior. No entanto, há uma falta de estudos mostrando a participação do CCA no controle dessas respostas defensivas organizadas por neurônios da zona medial do hipotálamo, sobretudo aqueles localizados na divisão dorsomedial do hipotálamo ventromedial (dmHVM), bem como por neurônios do mesencéfalo, como aqueles da substância cinzenta periaquedutal (SCP), uma das principais estruturas do teto mesencefálico envolvidas na geração de reações defensivas e no controle nociceptivo. Para investigar essa mediação cortical, técnicas morfológicas serão utilizadas para mapear a existência de vias glutamatérgicas que conectam o CCA ao dmHVM e à SCP. Além disso, por meio de abordagens farmacológicas, será investigado a influência de vias glutamatérgicas do CCA sobre a atividade nitrérgica do dmHVM e da SCP, em reações defensivas e na antinocicepção induzidas pelo medo. A hipótese do trabalho é que vias glutamatérgicas do CCA regulam a atividade nitrérgica no dmVMH e na SCP, envolvida na geração das reações defensivas do tipo pânico e da antinocicepção induzida pelo medo.