Busca avançada
Ano de início
Entree

Biomonitoramento de Micotoxinas na Urina para Avaliação da Exposição Através da Dieta e da Via Ocupacional em Áreas Rurais do Estado de São Paulo

Processo: 19/00990-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Carlos Augusto Fernandes de Oliveira
Beneficiário:Larissa Tuanny Franco
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Urina   Micotoxinas   Cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas   Alimentos   Biomarcadores   Exposição ocupacional

Resumo

Micotoxinas são metabólitos secundários produzidos por fungos que ocorrem naturalmente nos alimentos, capazes de causar uma grande variedade de efeitos tóxicos em vertebrados, incluindo seres humanos. A avaliação do risco de substâncias químicas como as micotoxinas deve basear-se na determinação do grau de exposição humana através da dieta. Os dados disponíveis sobre a toxicocinética de várias micotoxinas em modelos animais indicam que a exposição às micotoxinas pode ser medida por biomarcadores em urina humana. Nos últimos anos, a cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massa (LC-MS/MS) baseada na abordagem de multi-analitos foi introduzida com sucesso no campo da análise de micotoxinas, incluindo a avaliação de biomarcadores apropriados para determinação da exposição humana às micotoxinas. Este projeto tem como objetivo utilizar métodos analíticos utilizando LC-MS/MS para avaliação simultânea de 11 micotoxinas em produtos alimentícios e poeiras do ambiente de armazenamento de grãos e fábricas de ração, como se segue: aflatoxinas (AFB1, AFB2, AFG1 e AFG2), fumonisinas (FB1 e FB2), ocratoxina A (OTA), zearalenona (ZEA), deoxinivalenol (DON), toxina T-2 e HT-2; determinar fungos toxigênicos em poeiras no ambiente de armazenamento de grãos e fábricas de ração; e determinar através de biomarcadores multi-micotoxinas a exposição às micotoxinas mencionadas (AFM1, AFP1, AFQ1, FB1, OTA, T-2 , HT-2, DON, DOM-1, ZEA, ±-e ²-ZOL) na urina de voluntários das regiões de Pirassununga e Descalvado, Estado de São Paulo, Brasil. Também será avaliado o risco da exposição às micotoxinas através dos produtos alimentícios e dos biomarcadores de urina. Portanto, o projeto fornecerá dados inéditos sobre exposição ocupacional às micotoxinas em indivíduos residentes no Brasil, bem como a utilização de técnicas de LC-MS/MS para determinações de múltiplas micotoxinas em produtos alimentícios, poeira e biomarcadores de exposição às micotoxinas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FRANCO, LARISSA TUANNY; ISMAIL, AMIR; AMJAD, ADNAN; DE OLIVEIRA, CARLOS AUGUSTO FERNANDES. Occurrence of toxigenic fungi and mycotoxins in workplaces and human biomonitoring of mycotoxins in exposed workers: a systematic review. Toxin Reviews, JUL 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.