Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação dos compostos bioativos da Pitanga do Cerrado (Eugenia calycina Cambess) e estudo das suas atividades biológicas

Processo: 18/10608-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Glaucia Maria Pastore
Beneficiário:Nayara Macedo Peixoto
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Compostos bioativos   Compostos fenólicos   Extração de líquidos   Pitanga   Antioxidantes   Antineoplásicos   Cicatrização   Diabetes mellitus   Capacidade de absorbância de radicais de oxigênio

Resumo

O projeto objetiva avaliar a composição fenólica e as potenciais propriedades biológicas da pitanga do Cerrado (Eugenia calycina Cambess), uma fruta brasileira pouco conhecida e pouco explorada. Primeiramente, estudaremos a extração de compostos fenólicos de diferentes partes da pitanga (polpa, folhas e sementes) utilizando tecnologias emergentes de extração, como a extração por líquido pressurizado (PLE), extração assistida por ultrassom (UAE) e suas combinações (UAE + PLE). A composição e concentração dos compostos fenólicos (flavonóides e ácidos fenólicos) a partir de extratos de pitanga serão avaliadas usando UHPLC-Q-TOF-MS e HPLC-ESI-MS/MS. A capacidade dos metabólitos secundários, principalmente compostos fenólicos, de eliminar radicais livres, reduzir o estresse oxidativo e prevenir a oxidação de biomoléculas, tem sido fortemente associada à redução do risco de diabetes e câncer, além de auxiliar no processo de cicatrização de feridas. Nesta abordagem, as atividades antioxidante, antidiabética, antiproliferativa e cicatrizante serão investigadas. A atividade antioxidante será avaliada utilizando mecanismos de transferência de átomos de hidrogênio, como o ensaio de ORAC (Oxygen Radical Absorbance Capacity). Os extratos de pitanga serão utilizados como inibidores de enzimas digestivas, como ±-amilase e ±-glicosidase, para verificar sua potencial atividade antidiabética. Finalmente, o efeito antiproliferativo dos extratos de pitanga será investigado em dez linhagens de células tumorais humanas: glioma (U251), mama (MCF-7), carcinoma de ovário multirresistente (NCI-ADR/RES), rim (786-0), cancro do pulmão de células não pequenas (NCI-H460), próstata (PC-3), adenocarcinoma do cólon (HT-29), leucemia (K562), melanoma (UACC-62) e ovário (OVCAR-3) e o ensaio de scratch será utilizado para avaliar a capacidade cicatrizante da pitanga do cerrado. (AU)