Busca avançada
Ano de início
Entree

Comportamento geotécnico de misturas do solo arenoso de Botucatu com o lodo da estação de tratamento de água Taiaçupeba, município de Suzano, São Paulo

Processo: 19/17183-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Geotécnica
Convênio/Acordo: SABESP
Pesquisador responsável:Maria Eugenia Gimenez Boscov
Beneficiário:Aline Roque da Silva
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Empresa:Universidade de São Paulo (USP). Escola Politécnica (EP)
Vinculado ao auxílio:13/50448-8 - Viabilização da utilização do lodo de ETA como material de cobertura de aterros sanitários e na construção de aterros em solos compactados, AP.PITE

Resumo

O descarte do lodo de estações de tratamento de água (ETAs) em corpos d'água tem sido ainda uma prática comum no Brasil. Outras alternativas de destinação têm sido a disposição em aterros sanitários ou industriais e o envio para estações de tratamento de esgoto (ETEs). Porém, os padrões ambientais cada vez mais rígidos têm levado à procura de soluções mais sustentáveis de destinação deste material. Uma das opções promissoras é a utilização do lodo misturado a solos naturais em obras geotécnicas, como por exemplo, revestimento de fundo e cobertura final de aterros sanitários e industriais, bases e sub-bases de pavimentos, reaterro de estruturas de contenção, preenchimento de valas e aterros em geral. Este projeto propõe o estudo do comportamento geotécnico de misturas do solo arenoso de Botucatu com o lodo da ETA Taiaçupeba, município de Suzano, São Paulo, inicialmente em três proporções solo:lodo (3:1, 4:1, e 5:1) em massa úmida. Serão realizadas as caracterizações química, mineralógica e geotécnica do solo, do lodo e das misturas e então serão investigadas as propriedades de engenharia em corpos de prova compactados do solo e das misturas, a saber: permeabilidade, deformabilidade e resistência ao cisalhamento. Ao final serão apontadas possíveis aplicações geotécnicas para as misturas que apresentarem comportamento adequado.