Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da complexidade de uma dupla tarefa cognitiva-motora durante a atividade sentado para de pé em crianças com paralisia cerebral

Processo: 19/06063-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Nelci Adriana Cicuto Ferreira Rocha
Beneficiário:Bruna Romão da Silva
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Neuropediatria   Biomecânica   Paralisia cerebral   Capacidade funcional   Equilíbrio postural   Disfunção cognitiva   Crianças

Resumo

Tarefas de alta demanda biomecânica como a transferência sentada para de pé (ST-DP) são fundamentais para a funcionalidade. Porém, quando a atividade ST-DP é associada a uma atividade cognitiva, diferentes estratégias motoras podem ser necessárias para uma realização eficaz, principalmente em crianças com disfunções neuromotoras. Assim, para que intervenções sejam elaboradas e bem-sucedidas, é preciso compreender como essas condições de saúde interferem na capacidade funcional, e na realização de tarefas concomitantes. Desta forma, o presente estudo tem o objetivo de verificar o efeito da dupla tarefa cognitiva na oscilação postural durante a realização da atividade ST-DP em crianças com Paralisia Cerebral (PC). Metodologia: participarão desse estudo crianças com diagnóstico médico de PC hemiparética espástica e um grupo de crianças típicas, com idade entre 5 e 12 anos, de ambos os sexos. As crianças serão posicionadas em um banco, com joelhos, tornozelos e quadril a 90°. A atividade ST-DP será realizada em duas condições: tarefa simples, onde a criança deverá atingir a postura ortostática com os braços cruzados no tórax, e Tarefa Cognitiva, onde a execução da atividade ST-DP será acompanhada da atividade cognitiva. O comportamento do controle postural será analisado por meio de uma plataforma de força (BERTEC 400). Os resultados descritivos serão obtidos por meio do cálculo de média e desvio padrão, e serão avaliados por meio de testes adequados com anormalidade de sua distribuição. Será adotado um nível de significância de 5% (P<0,05). Através dos resultados deste estudo será possível enfatizar a realização dessas tarefas durante o processo terapêutico e nas orientações aos pais.