Busca avançada
Ano de início
Entree

Otimização de indicadores da avaliação de ciclo de vida na logística reversa para resíduos de equipamentos elétricos e eletrônicos (REEE)

Processo: 19/16748-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 21 de outubro de 2019
Vigência (Término): 10 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Produção - Pesquisa Operacional
Pesquisador responsável:Eli Angela Vitor Toso
Beneficiário:João Gabriel Hernandes
Supervisor no Exterior: Raf Jans
Instituição-sede: Centro de Ciências em Gestão e Tecnologia (CCGT). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Campus de Sorocaba. Sorocaba , SP, Brasil
Local de pesquisa : École des Hautes Études Commerciales (HEC Montréal), Canadá  
Vinculado à bolsa:17/25278-2 - Modelo multiobjetivo para planejamento de logística reversa de resíduos de equipamentos eletroeletrônicos (REEE), BP.IC
Assunto(s):Logística reversa

Resumo

Operações de logística reversa (LR) para resíduos de equipamentos elétricos e eletrônicos (REEE) permitem a recuperação de valor de produtos pós-consumo, mas podem gerar emissões poluentes. Este trabalho propõe a otimização de uma rede de logística reversa de REEE no Brasil por meio de um modelo multiobjetivo e multiperíodo, integrando decisões de fluxo de materiais, localização de centros de coleta e dimensionamento de frota de veículos. Além de reduzir custos, as operações logísticas devem ser avaliadas em relação a seu impacto ambiental, especificamente via indicadores do método de Avaliação de Ciclo de Vida (ACV): consumo de combustível fóssil, potencial de mudança climática e toxicidade humana. Testes foram realizados com dados do estudo de caso de uma empresa do setor para implementação e validação do modelo, incluindo a sensibilização dos pesos das funções objetivo e de vários parâmetros de interesse, como o nível de impacto ambiental gerado pelos veículos, os custos de transporte e de abertura de instalações e a demanda por coleta de REEE. Os resultados mostram que soluções melhores em termos financeiros podem ser piores em termos ambientais e vice-versa, além de mostrar a importância da escolha entre tipos de veículo.