Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel de microRNAs de herança materna em medaka (Oryzias latipes) usando edição de genoma base CRISPR/Cas9

Processo: 19/12669-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 15 de dezembro de 2019
Vigência (Término): 14 de dezembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Fisiologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Renata Guimarães Moreira Whitton
Beneficiário:Fernanda de Mello
Supervisor no Exterior: Julien Bobe
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Institut National de la Recherche Agronomique, Rennes (INRA), França  
Vinculado à bolsa:17/21329-1 - Efeitos da criopreservação no perfil epigenético em folículos ovarianos de zebrafish (Danio rerio), BP.PD
Assunto(s):Fisiologia da reprodução   Reprodução   MicroRNAs   Oócitos

Resumo

O desenvolvimento embrionário após a fertilização, mas antes do início da transcrição do genoma zigótico, é um período que depende muito da regulação pós-transcricional da expressão gênica. MicroRNAs (miRNAs) constituem um dos mecanismos predominantes de regulação gênica pós-transcricional, o papel de pequenos RNAs não-codificantes na regulação do desenvolvimento embrionário é pouco investigado. Devido à importância da regulação pós-transcricional da expressão gênica antes da transição materno-zigótica (MZT), os microRNAs depositados pela mãe têm um papel significativo neste desenvolvimento inicial. Estudos prévios demonstraram que o miR-430 é codificado por uma família multigênica agrupada e é abundantemente expresso no desenvolvimento embrionário inicial. Em zebrafish, o miR-430 é necessário para suprimir genes específicos de células germinativas primordiais (PGC), como nanos1, em células somáticas. No entanto, as características moleculares da família miR-430 em outras espécies de teleóstomos não foram relatadas, e não está claro se tal função do miR-430 na especificação PGC é conservada. Embora o miR430 seja abundantemente expresso no início do desenvolvimento embrionário, nenhum evidência da regulação pós-transcricional da expressão gênica foi demonstrado em através do MZT. Portanto, o objetivo deste estudo é avaliar a regulação pós-transcricional da expressão gênica em medaka antes da transição materno-zigótica e fornecer uma evidência funcional in vivo para determinar a importância do miR-430 para o sucesso do desenvolvimento embrionário inicial.