Busca avançada
Ano de início
Entree

Dinâmica de absorção e redistribuição de P e K em espécies de eucalipto.

Processo: 19/10614-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Pesquisador responsável:Paulo Mazzafera
Beneficiário:Alexandre Augusto Borghi
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/25498-0 - Eficiência de uso de fósforo em Eucalyptus e os mecanismos fisiológicos e genéticos envolvidos, AP.TEM
Assunto(s):Eucalipto   Fisiologia   Nutrição mineral de plantas   Adaptação fisiológica

Resumo

Este projeto se insere no contexto do projeto temático "Eficiência de uso de fósforo em Eucalyptus e os mecanismos fisiológicos e genéticos envolvidos - Processo FAPESP: 2016/25498-0", onde se investiga quais são os mecanismos fisiológicos que controlam a responsividade ao fornecimento de P e eficiência de absorção desse nutriente quando pouco disponível no solo. Durante a exceção do projeto, que está em seu segundo ano, ficou claro que era preciso um detalhamento maior da dinâmica de absorção e redistribuição do P nas plantas estudadas. Por outro lado, também se julgou muito pertinente complementar a investigação estudando o K, que é um nutriente muito importante na formação da madeira do eucalipto, assunto que também era motivo de um projeto desenvolvido em nosso laboratório e que foi interrompido. Dessa forma, nesse projeto procuraremos entender melhor, mais detalhadamente, como o fornecimento, em diferentes tempos e doses (suficiência e deficiência) de P e K, influencia a redistribuição dos mesmos nas várias partes das plantas, como afetam a distribuição de outros nutrientes, se há modificações na liberação de exsudatos pelas raízes e composição das folhas, se a micorrização responde e como está associada a outras respostas, como o crescimento é alterado e se há mudanças na qualidade da madeira (densidade e componentes da parede celular) e nos parâmetros fisiológicos (fotossíntese). O objetivo é entender não só o efeito da carência, mas como as plantas se ajustam metabolicamente para manter o crescimento.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)