Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da obesidade sobre o metabolismo hipotalâmico de glicose: papel das enzimas lactato-desidrogenase A e B

Processo: 19/14428-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Eliane Beraldi Ribeiro
Beneficiário:Pedro Norton Gonçalves Dias
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Dieta hiperlipídica   Obesidade   Hipotálamo   Glicose   Lactatos   Modelos animais

Resumo

O metabolismo hipotalâmico de glicose desempenha papel importante no controle central da ingestão alimentar e da glicemia, aspectos que apresentam distúrbios na obesidade e diabetes. Estudos mostraram que o metabolismo de glicose nos astrócitos gera piruvato, que é convertido em lactado pela enzima lactato-desidrogenase A (LDH-A). O lactato é então transferido aos neurônios onde é reconvertido a piruvato pela enzima LDH-B.O presente projeto tem o objetivo de avaliar se o consumo prolongado de dieta hiperlipídica saturada afeta o mecanismo envolvido na utilização de glicose no hipotálamo. Para tanto, camundongos suíços de 2 meses de idade serão alimentados por 12 semanas com dieta controle ou hiperlipídica enriquecida com banha de porco, avaliando-se semanalmente a massa corporal e ingestão de alimento. Ao final das 12 semanas, avaliaremos a massa dos depósitos adiposos brancos retroperitoneal, epididimal e mesentérico. Uma hora após a injeção intraperitoneal de piruvato ou salina avaliaremos a glicemia e o teor hipotalâmico das proteínas LDH-A e LDH-B, pela técnica de Western blot.