Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação in vitro do potencial inibitório do praguicida quiral etofumesato sobre as principais enzimas do citocromo P450 envolvidas no metabolismo de fármacos

Processo: 19/12149-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:Anderson Rodrigo Moraes de Oliveira
Beneficiário:Jade Lorena Mariano Bucci
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Praguicidas   Enantiômeros   Citocromo P-450   Cromatografia líquida de alta pressão

Resumo

O etofumesato (ETO) é um praguicida da classe dos herbicidas benzofuranil amplamente utilizado em culturas de beterrabas, brotos e gramíneas. O ETO possui um centro de assimetria, ou seja, é possível a existência de um par enantiômeros. Estudos vêm mostrando que praguicidas podem inibir significativamente as enzimas do citocromo P450 (CYP450), sendo estas responsáveis pelo metabolismo de, aproximadamente, 70% dos fármacos comercializados, além disso, alguns estudos constataram que a inibição das enzimas do CYP450 ocorreu de maneira enantiosseletiva. Dada a presença marcante de resíduos de praguicidas no meio ambiente, em água e alimentos e a escassez de relatos sobre as consequências das interações entre praguicida e o organismo humano, o presente projeto propõe avaliar se o praguicida quiral ETO é capaz de inibir in vitro as principais enzimas do CYP450 envolvidas no metabolismo de fármacos (CYP1A2, CYP2B6, CYP2D6, CYP2C9, CYP2C19, CYP2E1 e CYP3A4/5) e posteriormente predizer interações praguicida-fármaco. Sabe-se que enantiômeros podem interagir de maneira seletiva nos organismos, devido a isso, será investigada a inibição enzimática com os enantiômeros isolados para avaliar se há diferença no potencial inibitório entre eles e também em relação a mistura racêmica. A avaliação de risco por praguicidas neste estudo apresenta grande importância, visto que a inibição das enzimas do citocromo P450 pode alterar a farmacocinética de um determinado fármaco causando uma possível intoxicação.