Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da angiotensina II na modulação da resposta mecânica via regulação redox em células musculares lisas vasculares

Processo: 19/18450-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Leonardo Yuji Tanaka
Beneficiário:Carolina Morales Portas
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/07230-5 - Mecanismos subcelulares envolvidos na convergência entre homeostase mecânica e redox na regulação vascular, AP.JP
Assunto(s):Cardiologia   Doenças cardiovasculares   Pressão sanguínea   Músculo liso vascular   Angiotensina II   Espécies de oxigênio reativas

Resumo

As doenças cardiovasculares são grandes alvos nas pesquisas devido sua importância, já que são elas as maiores causadoras de óbitos no mundo. O estudo da mecanobiologia dessas doenças são extremamente necessários, pois através disso se torna possível compreendê-las intrinsecamente. A identificação de alvos promissores para prevenção e tratamentos de doenças cardiovasculares é primordial, visto isso, neste projeto, será apresentado hipóteses sobre possíveis relações entre a Angiotensina II (Angio II), um peptídeo regulador de pressão, e as vias redox geradoras de espécies reativas de oxigênio, como NADPH oxidase, através de uma modulação na resposta mecânica por estiramento cíclico em células musculares lisas vasculares (VSMC). No geral, a literatura aponta que Angio II afeta outros mecanismos além do controle da pressão arterial. No entanto, existem alguns alvos potenciais de tal regulação que ainda são desconhecidos, como a produção local e seus efeitos sobre a ativação da cadeia leve do citoesqueleto de actina e miosina, sendo necessário que sejam melhores abordados. Além disso, é importante investigar se tais efeitos são mediados pela produção de ROS, o que sustentaria mecanismos subcelulares de doenças cardiovasculares. Aqui, investigaremos em VSMC expostas a estiramento mecânico como interação com sinalização local Angio II e seu efeito dependente de NADPH oxidase em potenciais alvos incluindo fosforilação de ERK1/2 e na regulação do citoesqueleto e mecanismo envolvido na contração de VSMC.