Busca avançada
Ano de início
Entree

O sistema de plantation em tempos de revolução abolicionista: Saint-Domingue, 1790-1803

Processo: 19/11240-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Situação:Interrompido
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História da América
Pesquisador responsável:Rafael de Bivar Marquese
Beneficiário:Isabela Rodrigues de Souza
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/25713-6 - O sistema de plantation em tempos de revolução abolicionista: Saint-Domingue, 1790-1803, BE.EP.MS
Assunto(s):Plantation   América Colonial   Açúcar   Escravidão   Café

Resumo

Neste projeto de Mestrado pretendemos analisar a economia do café e do açúcar na colônia francesa de Saint-Domingue no intervalo de 1790 a 1803, o que posteriormente foi denominado de Revolução Haitiana. Os impactos das guerras entre escravos, forças revolucionárias francesas, armadas britânica e espanhola ao longo dos 13 anos de batalhas incontínuas, bem como a abolição geral dos cativos de 1794, transformaram profundamente a dinâmica produtiva na colônia, apesar dos esforços dos líderes negros revolucionários em recuperar o sistema de plantations. Esta investigação é a continuação de uma pesquisa anterior de Iniciação Científica, na qual exploramos os censos dominiais e urbanos produzidos entre 1795 e 1803. Busca-se, agora, aprofundar os dados encontrados com a leitura de relatos de contemporâneos ao evento, dos arquivos notariais e da legislação promulgada durante a revolução para tentar compreender melhor o funcionamento do sistema de plantation em meio à revolução escrava, lançando-se luz para um entendimento renovado da Revolução Haitiana.