Busca avançada
Ano de início
Entree

Ciência e religião ou ciência vs. religião? a posição de docentes/pesquisadores de universidades brasileiras

Processo: 19/12232-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Social
Pesquisador responsável:Geraldo Jose de Paiva
Beneficiário:Laís Fernanda Pires
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/24171-7 - Ciência e religião ou ciência vs. religião? A posição de docentes/pesquisadores de universidades brasileiras, AP.R
Assunto(s):Religiões   Ciência

Resumo

Resumo: O estudo das relações entre ciência e religião, no meio acadêmico brasileiro, apontou para a inexistência de conflito consciente entre ciência e religião, investigado com o conceito de espaço de vida, e para a existência de conflitos explorados com as elaborações psicanalíticas (Paiva, 1993; 2000). A presente proposta visa investigar, duas décadas depois, principalmente sob o signo do conflito, as atuais relações entre ciência e religião que docentes/pesquisadores universitários das dez universidades brasileiras mais bem avaliadas estabelecem ou deixam de fazê-lo. A pesquisa será quantitativa e qualitativa, e procurará atingir uma amostra estratificada de docentes das três áreas do conhecimento, por meio de um questionário online, com base em questionário formulado a partir dos resultados da pesquisa de Paiva e do questionário de Ecklund e cols., e será complementada por entrevistas pessoais. O objetivo geral é o de aprofundar o entendimento da dinâmica psicológica envolvida nas relações acadêmicas entre ciência e religião. Os objetivos específicos são registrar e ponderar as implicações psicológicas de religião e ciência em acadêmicos brasileiros; ampliar quantitativamente o alcance dos dados; atualizar a revisão da literatura internacional concernente às relações entre ciência e religião na Academia; verificar o gradiente de distância acadêmica em relação à religião; comparar a posição dos docentes/pesquisadores universitários brasileiros com a de seus pares norte-americanos e italianos.