Busca avançada
Ano de início
Entree

Pacote tecnológico Smart Sampling para o uso sustentável de fertilizantes, corretivos e criação de zonas de manejo

Processo: 19/14678-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de setembro de 2019
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Convênio/Acordo: FINEP - PIPE/PAPPE Subvenção
Pesquisador responsável:Henrique Coutinho Junqueira Franco
Beneficiário:Leonardo de Souza Damalia
Empresa:Cropman Inovação Tecnológica e Agricultura Digital Ltda
CNAE: Atividades de apoio à agricultura
Pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências físicas e naturais
Vinculado ao auxílio:18/08555-5 - Pacote tecnológico "SmartSampling" para o uso sustentável de fertilizantes, corretivos e criação de zonas de manejo, AP.PIPE
Assunto(s):Fertilidade do solo   Manejo do solo   Mineração de dados   Processamento de dados   Computação em cluster

Resumo

Apesar do avanço das tecnologias de AP, o mapeamento do solo por meio de amostragem em grades regulares continua sendo a metodologia mais utilizada atualmente. Embora apresente benefícios, o alto custo, o baixo rendimento e o tempo despendido no mapeamento por meio de amostragens em grades regulares densas são questões que ainda precisam ser superadas neste processo. Tal fato evidencia a necessidade do desenvolvimento de novas metodologias para realização de uma amostragem mais eficiente e representativa, buscando identificar os padrões espaciais presentes nas lavouras. Para isso, o uso de informações prévias da variabilidade espacial do solo e das condições do relevo local pode representar uma solução inteligente, para auxiliar o processo de amostragem e superar este gargalo tecnológico. Para uma amostragem orientada de solo, diversas informações devem ser agrupadas e tratadas conforme técnicas adequadas. Uma das principais formas de lidar com esses dados é classifica-los ou agrupá-los (cluster) em zonas de manejo (ZM). Entre as variáveis identificadas na literatura como potencial para gerar as ZM estão a elevação do terreno (, a condutividade elétrica (CEa) e a textura do solo. Após o delineamento das ZM, o número de amostras necessárias para delinear a variabilidade do solo no campo pode ser reduzido e pode variar de acordo com a variabilidade espacial de cada local. Pelo exposto, o principal objetivo desse plano de trabalho será a implementação computacional do algoritmo de clusterização que possibilite orientar o processo de amostragem de acordo com as informações do relevo e CEa