Busca avançada
Ano de início
Entree

Ciência e desenvolvimento instrumental de espectrógrafos infravermelhos de alta resolução baseados em rede de imersão

Processo: 19/14128-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Instrumentação Astronômica
Pesquisador responsável:Augusto Damineli Neto
Beneficiário:Daniel Moser Faes
Supervisor no Exterior: Daniel Thomas Jaffe
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Texas at Austin (UT), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:16/16844-1 - Engenharia de Sistemas para o GMACS: projeto GMT AT-13, BP.PD
Assunto(s):Espectroscopia

Resumo

O Telescópio Gigante de Magalhães (GMT) é um dos telescópios ópticos da próxima geração e tem parceiros importantes, como a Universidade do Texas (UT) e o estado de São Paulo. A FAPESP coordena sua participação no GMT através do GMT Brazil Office (GMTBrO). O GMTBrO identificou a Engenharia de Sistemas (SE) como uma área chave para investir em projetos de instrumentação astronômica atuais e futuros. Desde outubro de 2016, o autor trabalha de São Paulo na SE de inúmeros instrumentos da GMT. Com este projeto o autor busca realizar SE para o projeto do espectrógrafo GMTNIRS/MagNIFIES em colaboração mais estreita com a experiente equipe de instrumentação da UT. Além dos trabalhos em SE, o autor pretende pesquisar estrelas peculiares com dados existentes e novos do IGRINS. O espectrógrafo IGRINS está em sinergia com as atuais instalações observacionais da comunidade brasileira, com aumento de acesso previsto nos Observatórios Gemini Sul e SOAR nos próximos anos. As capacidades do IGRINS prepararão o autor para o uso futuro do GMTNIRS no GMT.